Indicados ao Oscar: Dose Dupla

Olá galera, hoje vou continuar minha contagem regressiva para o Oscar apresentando dois filmes. "Nina, como assim dois filmes?". Bem, optei por falar dos dois ao mesmo tempo porque eu assisti ano passado e não estou no hype para falar desses filmes tanto quanto falei do "O lobo de Wall Street". O que não significa que eu tenha menos ou mais preferência por qualquer um até agora.

Então vamos lá.

No filme "Gravidade" o que temos é um cenário no espaço sideral - não vamos fazer como alguns aí que falaram que o filme foi gravado lá no espaço. Não gente, é tudo efeito especial, mas que são bem convincentes! A história gira em torno da doutora Ryan Stone (a queridinha de Hollywood, Sandra Bullock) que ao lado do George Clooney (interpretando ele mesmo, brinks), como Matt Kowalski, em uma missão de conserto de um telescópio. Logo no começo, eles são surpreendidos por uma chuva de destroços decorrente da destruição de um satélite, os deixando a deriva em um ambiente completamente inóspito para a vida humana.


Bem, vou relembrar a vocês, reles terrestres, que o espaço se trata de um ambiente sem oxigênio, sem som, com uma vista espetacular, mas o um tanto "igual". Eu ia comparar ao filme 127 horas (estrelado por James Franco e que também concorreu ao Oscar de Melhor Filme em 2011 - trailer aqui), mas me senti mais agoniada e tensa no deserto do que no espaço.

Gravidade tem momentos surpreendentes (raros) e as vezes rola aquela "tensãozinha". Acho que o grande triunfo desse filme, com a ajuda dos efeitos visuais, é a sessão de estar no espaço, trazendo principalmente o sentimento agonizante de estar a deriva (principalmente nas partes mais paradonas do filme). No entanto, na maior parte do filme fiquei entediada e algumas partes me pareceram surreais. Mas ao mesmo tempo fico pensando, o que eu poderia esperar de filme em que o personagem principal fica a deriva no espaço?

E falando em agonia...

Um dos motivos para eu escolher falar também do "Capitão Phillips" nesse post, além de não estar no hype para falar de cada um separado, é que os dois despertam um sentimento parecido no expectador, tendo o Capitão Phillips mais sucesso nisso, na minha opinião.

Baseados em fatos reais, nesse filme conhecemos um episódio ocorrido na vida de Richard Phillips (também queridinho de Hollywood, Tom Hanks). Comandante de um navio com a missão de entregara mercadorias e alimentos para o povo somaliano, no trajeto ele acaba sendo surpreendido por um ataque pirata de oito somalianos armados, que não obtém sucesso na primeira tentativa de entrar abordo no enorme navio. Mas na segunda tentativa, o grupo consegue invadir o navio e a partir daí é tensão até o final do filme.



Eu confesso que sai bem chocada do filme sem saber se consegui tomar partido de alguém nessa história. E não sei se estou sendo ingenua, mas acho que escolher um partido não era a intensão do filme, por mais que se trate de um produção americana. Não que justifique a pirataria, mas o filme mostra um lado da vida dos somalianos e faz um pequeno sútil comentário através do personagem Muse (interpretado por Barkhad Abdi, concorrendo ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante): "Somos pescadores, mas vocês (americanos) vem aqui e roubam toda nossa comida", quando questionado pelo Capitão porque eles praticavam pirataria (ele não disse exatamente com essas palavras, mas foi algo do tipo). Como eu disse, não que justifique... Mas cara, quando você vê a condição de vida daquelas pessoas fica difícil imaginar alguma alternativa.

"Capitão Phillips" conquistou o meu coração mais o que "Gravidade", pois traz mais reflexão sobre a história e está mais perto da realidade. Além de ter um suspense que realmente prende a atenção de quem assisti!

Comentários

  1. Eu não vi nenhum dos dois. O Gravidade tive vontade de ver, mas só ouvi gente falando que não era tão bom assim, então desisti. E o outro nem me liguei de ver, nem tinha visto trailer nem nada... Mas agora você falando, deu vontade de ver. :)
    Gostei da ideia do post de escrever sobre os candidatos ao oscar. :D
    Escreve mais, escreve mais ;) hehe

    ResponderExcluir

Postar um comentário