Indicados ao Oscar: O lobo de Wall Street

OH FUCK MAN! Acabei de ver o filme ''O lobo de Wall Street"... E FUCK! Tinha tanta dorgas naquele filme que sai doidona e vim correndo para curtir esse barato! Era para eu ter assistido esse filme ontem ou anti-ontem... Não, acho que era para eu ter visto na sexta! É isso... Nossa! Esse filme me tirou de órbita!

Mas voltando ao assunto, era para eu ter ido sexta, mas simplesmente brochei quando vi que a sala do cinema já estava lotada e não eram nem 18h para uma sessão as 20h30. Pensei com meu botões: "Vamos segunda e no cinema super caidão do iguatemi, porque lá não tem lugar marcado... Então mesmo se a sala estiver lotada é se grudar na porta da sala do filme!", plano perfeito.

Eis que hoje é feriado no Rio e MAIS o cinema resolveu marcar os lugares e MAIS AINDA só tinha espaço na primeira fileira!! OH FUCK MAN! E se eu te disser que tem MAIS? O filme durou TRÊS FUCK HORAS!!!  No meio do filme eu estava na dúvida se era o efeito obtido por osmose de tanta cocaína na telona ou meu cérebro começou a parar de receber sangue por causa da minha posição ridícula quase beijando a bunda do Leonardo Dicaprio! Oh man... Mas sério tirando tudo isso, o filme foi um barato (literalmente)!

Vamos ver se consigo resumir o filme para vocês e dar minha opinião no meio do caminho...

Ele retoma as memórias de Jordan Belfort (Leo) desde o seu início de carreira no mercado financeiro, (essa parte rendeu uma cena muito boa,  por sinal, que você pode ver aqui embaixo) aprendendo todos os truques e entrando no universo de drogas, mulheres e dinheiro. Demonstrou um talento natural para o negócio, mas sempre escolhendo atalhos para alcançar os seus objetivos, Jordan comete diversos crimes do colarinho branco e o filme mostra como a ganância o levou a decadência. Afinal, nem tudo são flores e "não existem amigos na Wall Street"



O filme é bem louco, como você pode ver nessa cena com o Matthew McConaughey, somado a participação do comediante Jonah Hill, além da atuação do Leo... Acredite, não vão faltar momentos para risadas. Não sei se tudo o que passou no filme é verdade, mas acredito que eles deram um toque de exagero em algumas partes. Sexo e drogas (muuuuitas dorgas) rolam soltos durante o filme inteiro! Mas acho que esse "humor escrachado" deu um charme ao filme. Mulheres nuas, cenas picantes e bundinha do Leo, sexo gay e tudo mais para todos os gostos!

E não brinquei ali em cima quando disse que o filme tinha três horas, para mim (apesar da posição horrível em que eu estava e quase inalando cocaína de tão perto que estava da tela) o humor do filme compensou e não senti o tempo passar. Mentira, eu olhei no relógio alguma vezes, mas para cada vez que olhava tinha passado meia hora de filme! 

O filme foi dirigido pelo Martin Scorsese que já teve várias indicações ao Oscar, mais recentemente com A invenção de Hugo Cabret (2011) como melhor filme também. No entanto, o filme tinha uma pegada bem diferente voltado mais para o público infantil e contando um pouco da história do cinema. Também não é a primeira vez que o diretor trabalha com o Leo. Eles trabalharam juntos em Os infiltrados (2006), A ilha do medo (2010) e O aviador (2004). E posso dizer que essa foi mais uma excelente parceria! 

Não apostaria minha ficha nele como melhor filme, mas é um filme realmente bom e que valeu a indicação pelo humor, história, a atuação dos atores e trilha sonora que foi muito boa! E olha que sou o tipo bonequinha que gosta de assistir comédias românticas onde a cena mais picante é um beijo seguido do efeito "fade" e tudo fica subentendido... Mas sei lá, não sei se fui absorvida pela vibe do público do cinema que ria loucamente e estava curtindo o filme (eu acredito nesse tipo e influência), ou se foram a dorgas (brinks)... Mas preferi o Leo como Jonah maníaco-drogado do que como Jack (titanic)!

Enfim, aqui vai o trailer para que você possa entender melhor do que eu estou falando:



Comentários

  1. Ok me convenceu totalmente!
    Agora fiquei louca pra assistir e tenho certeza que gostaria do Leo mais aqui do que como Jack...

    Acho que ele cresceu demais como ator, criou seu valor. Aposto nos filmes dele... Vi GRAVIDADE que está concorrendo ao Óscar e é (literalmente) de tirar o fôlego. Acho que acabará ganhando hein...

    Bjs, excelente resenha.

    ResponderExcluir
  2. Hahahahahaha, a primeira parte desse post! hahaha. Ri muito!

    Poxa, depois dessa descrição como resistir à esse filme?!?
    Acho que as dorgas chegaram no seu post também, será que fui atingida?? :)

    Adorei todo o humor do post. ;-)

    ResponderExcluir

Postar um comentário