Mudando um pouco de assunto... Downton Abbey

Oi gente, hoje resolvi mudar um pouco. Desde o começo do ano estou só pensando em livros e fiquei totalmente fechada as outras formas de entretenimento. Desde que comecei a faculdade, eu parei de ver Grey's Anatomy (acho que vi apenas uma temporada durante a graduação). Ela foi minha primeira série na vida! Outras vieram compor meu gosto pelas séries, como White Collar, Life Unexpected e Huge. Acabei parando de ver Whiter Collar e sinceramente não me vejo voltando a ver, Life Unexpected foi cancela e Huge também (para você ver como tenho sorte com séries).Um mês atrás baixei a nona temporada completa de Greys e estou vendo aos poucos. 

Atualmente tem duas séries que me chamaram a atenção: "American Horror Story" e "Downton Abbey". Ontem baixei a primeira temporada completa do Downton Abbey, acabei de assistir e já estou baixando a segunda.


RESUMO

Para quem nunca ouviu falar, o que acho difícil, a história gira em torno de uma família da aristocracia inglesa, seus empregados e o que está entorno de Downton na década de 1910. Na primeira temporada temos a oportunidade de conhecer os personagens e seus dilemas. 

A família Crawley se vê numa situação difícil após descobrir que o herdeiro de toda Downton Abbey e futuro noivo de sua filha acaba morrendo no Titanic. A situação piora quando percebem que o próximo na lista de herdeiros é um primo de terceiro grau, filho de um médico e uma enfermeira, ou seja, de classe média. Bem resumidamente, é isso o que se passa nos andares de cima. 

O que me fascina na história é que ela mostra os dois lados, não apenas como a aristocracia estava "sofrendo" com as mudanças trazidas pela modernidade, mas também como os empregados lidam com os dilemas de servir essas famílias. 

Estou evitando fazer muitas pesquisas sobre a série para não ter nenhum spoiler. Já fiquei um pouco triste em ver alguns spoilers ao tentar procurar imagens para esse post. 

DAQUI PARA BAIXO PODE CONTER 
SPOILER 
SOBRE A PRIMEIRA TEMPORADA.

Como o elenco é muito grande vou tentar dividir por "grupos" e não sei se vou colocar tantos spoilers assim, mas como nunca se sabe o que alguém quer saber ou não da série, eu prefiro deixar vocês alertados. 

Mr. Bates - ele é um "amigo" do Mr. Crawley durante a guerra da África e conseguiu uma vaga em Downton Abbey como valete (uma espécie de empregado particular) do Mr. Crawley . No entanto, durante a guerra, ou algo assim, ele se machucou e manca de uma das pernas, não podendo realizar todas as atividades que se espera dele. Por causa disso, ele sofre muito preconceito por parte dos outros empregados no começo da temporada. No meio para o final, começa a surgir um romance entre ele e Anna, a criada líder. Torço muito pelos dois, por sinal.



Mrs. Patmore e Daisy - a primeira é cozinheira escandalosa e a segunda sua jovem-boba-ajudante. Achei muito divertido desde o começo a relação das duas, onde a Patmore faz a general da cozinha e a Daisy a menina bobinha atrapalhada. No entanto, as duas tem um coração muito bom. Fiquei um pouco preocupada quando a Mr. Patmore começou a perder a visão no meio da temporada, pensei que eles iriam contar ela.



Mr. Carson - é o mordomo. Sinceramente, não gostei dele nos primeiros episódios, mas depois percebi que ele era um homem muito sensato e começou a me cativar.



As três irmãs - vou começar pela que eu não gosto. Eu juro que tentei, mas não consegui gostar da Edith. Ela é a típica irmã que se torna invisível entre a bela irmã mais nova e a mais velha que tem todas as atenções da família para conseguir um casamento. Sybil, a mais nova, não me conquistou no começo. Achei ela um pouco apática, mas quando o jovem motorista socialista Branson aparece para trabalhar em Downton Abbey, ela começa aparecer mais e mostrar que é uma personagem muito divertida e ousada. Primeiro, ela aparece vestindo uma espécie de calça, depois começa a ajudar uma empregada a conseguir crescer na vida através de um emprego de secretária e chega até a participar espécies de reuniões políticas para começar a lutar pelo direito de voto da mulher. Também tem Mary, digamos que ela é a principal na história (por enquanto), é sobre ela que estão todas as expectativas para salvar a Downton Abbey. Ela é o tipo da personagem que se faz de durona e tudo mais, mas ela se mostrou bem influenciável em alguns momentos, o que me deixou um pouco decepcionada. Mas acho que entendi qual é a ideia que está querendo passar: ela faz filha que já tem sua vida toda planejada e ao mesmo tempo que ela tenta "fugir", acaba percebendo que é isso que resta pra ela.

Edith(à esquerda), Sybil (embaixo) e Mary (em cima).
Eu queria falar mais, mas ao mesmo tempo acho que falei de mais... Tem muita coisa para ser explorada nessa série e foi só a primeira temporada! Nem falei dos "vilões" da história, da avó ou mesmo do primo herdeiro que com a sua "falta de classe" representa o jovem moderno que não entende a utilidade de valete, por exemplo.
Thomas e Mrs O'Brien ("vilões")
Matthew (primo herdeiro)
Como socióloga diversas questões podem ser observadas sobre as mudanças que estavam ocorrendo na sociedade e transformações dos papéis sociais. O mais marcante para mim foi a relação de Matthew com o valete dele. Ele não deixava o valete fazer nada por ele e isso privava o emprego de exercer o seu papel.

CLIQUE NA IMAGE PARA AMPLIAR
Isso tudo que eu disse não chega a ser um terço do que acontece. Se assim com eu, você gosta de histórias de época, Downton Abbey definitivamente é a série perfeita para você!

Comentários

  1. Eu estava mesmo esperando seu ponto de vista.
    Tenho um livro aqui que conta a história dessa série, mas ele parece CHATOOOO... hahahaha

    Ainda estou tentando decidir se leio ou assisto! Mas fiquei curiosa!

    ResponderExcluir

Postar um comentário