CBL de agosto: Duas opções

Na sexta passada, o CBL teve a reunião de julho, onde tratamos de dois contos do Neil Gaiman (o favoritinho da maioria), recebemos novos membros para o debate e fizemos umas modificações na leitura de agosto.


O livro reúne nove contos de temas variados de contos que Gaiman escreveu ao longo da vida para diferentes ocasiões. Como consta na sinopse da Livraria Cultura: "Coisas Frágeis é um tratado prático de como escrever boas histórias - histórias que, como diz a introdução do livro, 'duram mais que todas as pessoas que as contaram, e algumas duram muito mais que as próprias terras onde elas foram criadas". 


Os contos sugeridos para leitura foram: "A vez do outono" e "O pássaro do sol", ambos disponível no livro "Coisas Frágeis", volume 1, do Gaiman. Assumo logo de cara mea culpa, já que só li o primeiro e mesmo tendo ouvido o belíssimo da Carla Ceres, agora não lembro direito para explicar a história (double mea culpa). 

Bem, "A vez do outono" trouxe uma história muito curiosa onde os meses se reúnem para contar histórias e como o próprio nome do conto diz, é a vez do outono. O ponto mais interessante, dos vários, que discutimos foi sobre como Gaiman conseguiu tornar aquela conversa entre meses algo natural, sem forçar a história. A Carla também disse algo que achei sensacional é que se a mesma história tivesse sido contada por Novembro, ela seria mais obscura, já que por ser inverno no hemisfério norte, Gaiman o caracterizou o mês como frio, triste e sombrio. Alguém falou sobre como na versão original em inglês algumas coisas, como os nomes dos meses, deve um tom mais gosto para a história.

Sobre "O pássaro do sol", vou pedir para um dos membros fazer uma explicação melhor. Mas envolvia alguma coisa sobre comer todos os pássaros do mundo (ou comer algumas coisa) e o último que faltava era o pássaro do sol. 


Quando levantamos a questão de qual era melhor e praticamente empatou, mas acho que balança caiu um pouco mais para o lado do " O pássaro do sol". 

E para o mês de agosto decidimos criar mais uma opção para quem não está muito afim de ter que encarar um "Crime e Castigo" (mas ele ainda está valendo e terá discussão sobre ele). Mas trouxemos a opção do "O retrato de Dorian Gray", do Oscar Wilde (escritor irlandês, essa informação é muito importante). E teremos uma noite dos clássicos no último sábado do mês.


Ah! Um outra opção que foi dada ao grupo é assistir ao filme "Crime e Castigo" que tem no youtube para quem não vai conseguir ler tudo (como eu), mas ainda quer participar da discussão. 

Comentários

  1. Já encomendei meu Retrato de Dorian Grey lindoooo e de capa dura! Tô malucaaaa por ele!!!!!
    Fiquei super feliz com a reunião passada e com os novos membros!

    ResponderExcluir

Postar um comentário