Estou parando de reclamar e procurando algo para fazer: Downton Abbey

Oi gente. Acabei de entrar em uma situação super chata, "meio que" minhas férias acabaram (mas ainda não acabaram de fato). O edital com a bibliografia para prova do mestrado em sociologia saiu e tenho menos de 3 meses para ler mais de 400 páginas. Pode parecer pouco, mas não estou falando de "Harry Potter da vida" que você  consegue ler em uma noite. O textos de sociologia costumam ser densos (e muitas vezes chatos) e exigem reflexo após leitura. Já fiz um planejamento e espero conseguir me dar bem. Conto com a torcida de vocês né? E para não deixar de o blog de lado (até porque esse será um dos momentos para relaxar), sempre que sobrar tempo e disposição venho aqui postar ou deixo algo programado.


Mas vamos ao que interessa. Eu prometi em alguma postagem anterior que falaria sobre o Downton Abbey, já estou na metade para o final da quarta temporada. Apesar de estar curiosa para saber o desenrolar da história, pisei no freio, pois a quinta temporada ainda não saiu.

Como toda série de cunho dramático, Downton Abbey nos envolve nos romances, intrigas e dramas da série. Fiquei muito feliz com a evolução de alguns personagens, como a Edith (a irmã do meio, que eu disse que era apática). Ao se ver invisível na família, ela acaba por buscar o seu próprio caminho. 

A dupla dinâmica Thomas e O'Brien, ao longo da série, se tornaram para mim apenas dois interesseiros invejosos. A melhor parte é quando inveja de ambos acaba os levando um contra o outro. 

Como sempre, a pior parte das séries são as "mortes". Eu preciso pesquisar melhor sobre alguma delas, sinceramente a última morte quase fez eu desistir de ver a série. E não só a morte, como a simples saída de alguns personagens me irritaram. Mas o que ameniza um pouco é que eles conseguiram dar um bom prosseguimento para a história. Prefiro nem comentar sobre alguns personagens randômicos que entram e saem da história só para criar intriga. 

A única coisa que posso afirmar com certeza que não mudaram foram os comentários fora de série da matriarca do Crawley House, Violet Crawley, a vovó (mesma atriz que faz a minerva do Harry Potter). Apesar de representar uma senhora de pensamento tradicional, ela tem umas tiradas muito boas. As vezes ela se mostra muito mais aberta as transformações da sociedade do que seu filho, mas mesmo assim ela nunca perde a oportunidade de "soltar uma".









Quando eu terminar a quarta temporada, pretendo vir aqui falar de alguns personagens e casais em particular. Será uma chuva de spoiler, mas essa será minha intenção, fazer com que os posts entrem mais na história e quem sabe surge alguém para fofocar comigo sobre os acontecimentos da série! Acho que o primeiro "casal" que vou falar será a Daisy e Mrs. Patmore <3! hehe

Comentários

  1. Puxa, já ouvi falar super bem da série mas ainda não consegui assistir.
    É engraçado como eu conseguia acompanhar os seriados muito melhor pela internet do que pela tv fechada.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário