Feliz dia das bruxas: O Senhor dos Mortos - Donn

Pensei muito sobre o que falar nessa data (que por sinal é muito importante para uma amiga que chega a dedicar o mês inteiro no blog dela - VIDA COMPLICADA). Pensei em escrever um conto ou colocar algum curta de terror para vocês assistirem, mas vagando pela minha timeline do Facebook, encontrei a história de um personagem da mitologia irlandesa associado ao Halloween. E o que poderia ser mais propício do que escrever sobre a Irlanda, né? Estou devendo vários posts sobre a Ilha Verde!

Eu li um post no Irish Central sobre Donn, o Senhor dos Mortos, um deus da mitologia céltica. Bem, como todos sabemos, aqui no Brasil não comemoramos o Halloween, mas temos o dia de todos os santos e finados, devido nossas influências católicas. Então, estou apostando no Donn como uma boa figura para ser apresentada e representar esses três dias de comemoração pelo mundo, seja religioso ou sobrenatural.


Foi muito difícil encontrar na internet algum site explicando com mais detalhes as lendas e mitos que envolvem esse deus. O melhor que consegui até agora, foi o próprio texto do Irish Central, que foi originalmente publicado no blog Aliisaacstoryteller, e que vou tentar fazer um tradução aqui:

"Don era o líder de Milesians, que invadiu a Irlanda e derrotou o Tuatha de Denann cerca de quatro mil anos atrás, ou por aí. Os Milesians eram uma raça de homens mortais, não seres sobrenaturais como o Denann. Há versões conflitantes sobre a história de Donn... Bem, estamos falando de mitologia irlandesa e nada é o que parece, e parte de sua sedução é que a verdade nunca pode ser presa. 
Quando os Milesians chegaram ao largo da costa da Irlanda em sua poderosa frota de navios, uma grande tempestade explodiu, espalhando os navios para cima e para baixa da ilha. Muitos dos navios aprodeceram juntamente com todos aqueles a bordo. Alguns dizem que foi o druída Denann que levantou a tempestade em uma tentativa de proteger suas terras. Em qualquer caso, Donn se perdeu no mar, juntamente com vinte quatro de seus companheiros. 
Contam que Donn encontrou a morte em Bull Rock, que fica ao longo da costa ocidental da Dursey Island, em Cork. É uma impressionante massa, esculpida de rocha que se projeta para fora do oceano espumante e que agora tem um farol sobre ele. [Autora passou o link da foto que segue logo abaixo desse parágrafo]. No entanto, seu corpo foi supostamente enterrado nas proximidades das Skelling Islands. 
Bull Rock - por http://www.jean-guichard.com/ 
Como o primeiro dos Milesians a morrer nesta invasão da Irlanda, e sendo de alto status, a posição de Donn logo foi elevada para Senhor dos Mortos. Dizia-se que o Senhor fez sua casa no local de sua morte, e chamou-lhe de Teach Duinn. Dizia-se também, que ele tinha uma casa na terra dos vivos, em Knockfierna, em Co. Limerick. As pessoas acreditavam que em noites de tempestade, ele andava por todo o céu em um cavalo branco, e eles diziam: "Donn is galloping in the clouds, tonight" [Donn está galopando nas nuvens, esta noite"].  
Nos últimos anos, acreditava-se que depois de sua morte, os mortos continuaram a caminhar na terra dos vivos como "sombras" até que ouviram o som da buzina do Donn em Samhain, chamando-os para Teach Duinn, de onde eles viajaram para o oeste ao longo do mar para The otherworld [outro mundo]. (...)"
Por Ali Isaac

(autora de dois livros baseados na mitologia irlandesa).
 Para ler o texto no original é só clicar aqui!!


Eu queria saber mais sobre ele, mas sinceramente não estou encontrando muita coisa além do que foi dito no post da Ali e no Irish Central. A imagem a cima também não é dele, mas na minha imaginação é o que pode chegar mais próximo. Não sei se vocês gostaram, mas ao descobrir um pouco sobre o Donn, fiquei com vontade de descobrir mais sobre a mitologia céltica! Quem sabe eu não acho alguma outra história para contar nessa comemoração de 3 dias do The otherworld?

Comentários

  1. Uaaau. Amei a lenda! Não conhecia mesmo. Sinal que preciso pesquisar mais para o ano que vem! Kkkk

    ResponderExcluir

Postar um comentário