Maratona nostalgia: filmes do Jonh Hughes

Bem... Voltei! Nesses quase dois meses longe do blog consegui refletir sobre várias coisas da vida, mas consegui extrair duas lições: "abandonar algo é mais fácil do que  continuar" e "quando imaginamos uma coisa para nosso futuro, pode ter certeza que tem mais 300 opções diferentes para seguir em frente".



Nos dias da crianças, fiquei super nostálgica em relação aos filmes da década de 1980/90. Então, para voltar com as atividades do blog estou pensando em fazer uma maratona dos filmes do John Hughes. Eu já assisti alguns filmes do diretor que faleceu em 2009 e foi responsável por retratar tramas adolescentes das décadas que citei a cima.

Vamos a lista:

( ok ) 1984 - Sixteen Candles (Gatinhas e Gatões)
( ok ) 1985 - The Breakfast Club (O clube dos cinco)
( ok ) 1986 - Ferris Bueller's Day Off (Curtindo a vida adoidado)



Ele também foi escritor/roteirista de outra imensa quantidade de filmes, como "Esqueceram de mim". Não pretendo ver todos, mas vou fazer uma lista dos filmes dele como escritor/roteirista que pretendo ver ou já vi:

(      ) 1983 - Mr. Mom
( ok ) 1987 - Some kind of wonderful
( ok ) 1991 - Career Opportunities
(      ) 2001 - Just Visiting

O último filme que teve um toque dele foi o Drillbit Tylor (Meu nome é Taylor) estrelado pelo Owen Wilson. Nesse filme três adolescentes decidem contratar um guarda costas para os proteger dos valentões do ensino médio. Um filme bobo, mas engraçado e bem a cara das confusões juvenis escritas por John Hughes. O filme foi baseado em uma ideia do Hughes.


Nem vou falar que você tem que ver algum filme que tenha o toque dele, porque com certeza você já viu. Você pode conferir a lista completa: clique aqui!

Comentários

  1. Esses filmes me lembraram as deliciosas tarde de infância, vendo Sessão da Tarde na Globo. Meus favoritos das listas são Clube do Cinco e Garota Rosa Shocking.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Curtindo a vida adoidadoooo, adoro! Pode ser batido o que for, mas eu adoro.

    ResponderExcluir

Postar um comentário