Canal da Sophie Kinsella

Qualquer leitor que conhece o PN desde 2015 sabe o quanto eu adoro a autora Sophie Kinsella. Agora em maio, a Editora Record lançou o Minha Vida (não tão) Perfeita. Mas foi através do anúncio de um novo livro, que será lançado em 2018, que eu fiquei sabendo da existência do canal dela.


Até agora a autora tem apenas quatro vídeos postados no YouTube. No entanto, já é possível ver que o seu bom humor não fica apenas nos livros. Em um deles, Sophie faz uma comparação entre espiões e escritores. E o primeiro vídeo foi uma tentativa da autora falar em italiano para agradecer aos fãs que ela encontrou em sua turnê pela Itália.
Surprise Me foi o foco do último vídeo. Ela disse que tinha acabo de terminar de escrever o livro e queria dividir essa alegria com a gente. A história é sobre um casal que ao se darem conta que terão muitos anos juntos pela frente decidem que precisam surpreender um ao outro todos dias (se eu não entendi errado). Mas como estamos falando de Sophie Kinsella é claro qu…

O que fazer quando a inspiração não vem...

Aquela sensação horrível de encarar a página em branco no word. O cursor piscando. Você arrastando um dedo no outro, enquanto cogita o que vai escrever. Escreve uma palavra, talvez uma frase. Acha tudo um lixo, apaga e volta pro início. A agonia de não saber o que escrever, a agonia de não se sentir inspirado... Ai meu Deus, será que eu desaprendi a escrever? Claro que não. Você só está com uma crise de inspiração. E como faz para curar isso? Bem, isso é controverso! Vou ensinar o que EU faço quando estou nesse momento difícil da caminhada literária!



Antes de mais nada, eu fecho o computador, fecho o caderno, fecho tudo e respiro fundo. Paro de pensar coisas ruins, controlo meu pânico e me desligo. Permito um momento a mim mesma. Então escolho uma das seguintes coisas para fazer (ou mais de uma, dependendo do tamanho da crise):

1) Ouço uma playlist especial
Eu tenho a mania de criar playlists para CADA PROJETO que estou trabalhando. Meu celular é cheio de playlist com nomes dos meus livros e contos em processo de criação. Eu seleciono cada música milimetricamente, pensando em quais tem relação com enredo. Por vezes eu procuro no GOOGLE "músicas sobre XXXX". É uma ótima maneira de descobrir músicas novas e legais. Enfim, quando eu estou totalmente bloqueada e em pânico, me afasto de tudo e vou ouvir a playlist. As músicas me inspiram de uma forma que, lá pelas tantas, tenho que correr para buscar um caderno e anotar novas ideias.

2) Assisto um filme do tema
Essa é uma sugestão muito controversa. Vai depender do tipo de escritor que você é. Tenho colegas que não gostam, de jeito nenhum, de ler ou assistir algo que tenha a mínima relação com o que eles estão escrevendo. Eu também não sou fã da ler algo similar, mas VER eu amo. Para mim é um grande exercício de libertação da criatividade! Abro o Netflix e escolho algo relacionado com meu texto. É bem comum eu ter que levantar para pegar um caderninho no meio do filme também.

3) Vou fazer exercício
Não vou ser hipócrita: essa é a última opção que eu faço da minha lista de coisas, mas funciona para muita gente. Eu sou totalmente sedentária e para me fazer sair de casa é um transtorno. Quando eu realmente não tenho mais o que fazer, saio para dar uma caminhada. Oxigeno um pouco o cérebro.  Mas verdade seja dita: não tem nada mais inspirador do que as outras pessoas. 

4) Saio sozinha ou com o cachorro
Às vezes ficar em casa é impossível. Minha casa é sempre feita de extremos: ou muito barulhenta, ou muito silenciosa. Eu nem sempre funciono em ambientes assim. Tenho uma crise de bloqueio e não consigo pensar em nada. Então caio fora. O roteiro varia. Às vezes só vou dar uma caminhada, às vezes vou sentar na pracinha, às vezes vou pra praia (!)... Enfim, a escolha é sua. Eu gosto de ir para um lugar calmo, mas que tenha o mínimo de movimento.

5) Converso com meus amigos
Não necessariamente a conversa é sobre o projeto de livro, a obra ou qualquer coisa relacionada a literatura. Às vezes é só uma simples conversa sobre a vida e o cotidiano, que tire um pouco minha cabeça do problema-bloqueio e me faça pensar em outras coisas. 

6) Escrevo outras coisas
Isso é interessante: às vezes a falta de inspiração é só para aquela história. Acho que todo autor já passou por isso... Tem aquele ponto da história que precisa ser escrito para levar aos demais, mas é CHATO DEMAIS DE ESCREVER. É monótono, é confuso e você preferia fazer qualquer outra coisa que não escrever aquilo. Então, quando isso acontece e eu me sinto bloqueada, eu escrevo outra coisa. Um conto, uma cena do mesmo livro mas lá no futuro, um outro projeto, uma lista de mercado, enfim, qualquer coisa. Pelo menos já me tranquilizo ao saber que não é algo geral.

7) Faço exercícios de escrita criativa
Eu tenho alguns livros de escrita criativa e eles são ÓTIMOS quando quero fazer algum exercício de desbloqueio! Simplesmente escrever sem medo, sem pretensões... Vou finalizar o post propondo alguns exercícios para você, desesperado que está lendo isso aqui:

a) Pegue o livro mais próximo de você (que não seja acadêmico).  Abra numa página aleatória. Veja a primeira frase completa que aparece no livro. Copie essa frase para um caderno ou para seu word. Escreva um texto a partir dela. Qualquer texto. Pode ser totalmente desvinculado do livro.

b) Saia de casa e leve um bloco. Vá pra rua, pro seu quintal ou até pra sua varanda. Anote tudo que você enxergar que seja da cor vermelha. Volte. Escreva um texto dando um jeito de ligar todas essas coisas.

c) Abra a geladeira ou o armário de comida. Escolha um produto que chame sua atenção. Pode ser o que está podre, o mais novo, o que você mais gosta ou que você não come de jeito nenhum. Crie uma história em cima daquele produto. Qual é o relacionamento do personagem com aquele produto? Por que ele abriu a geladeira/o armário? Está com fome, está entediado, está nervoso? Enfim, solte a imaginação...

~~~~~

Espero que minhas ideias loucas ajudem vocês, elas com certeza me ajudam! 


Comentários

  1. Olá,
    Adorei o texto,a verdade é que sempre que fico assim não faco absolutamente nada. Simplesmente não consigo, geralmente isso acompanha alguma crise pessoal minha em que eu fico sem vontade de fazer qualquer coisa, incluindo escrever, então eu meio que tenho que me resolver antes. Mas gostei das dicas, nunca testei nada parecido.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. NEM ME FALAAAAAA
    Eu, geralmente leio King, Me insppira em e ensina ao mesmo tempo, mas nos ultimos dias não tem funcionado, Já li 3 livros dele hahahahaha
    Só hoje acordei pra escrita novamente. Espero que dure!!!! :D

    ResponderExcluir

Postar um comentário