Canal da Sophie Kinsella

Qualquer leitor que conhece o PN desde 2015 sabe o quanto eu adoro a autora Sophie Kinsella. Agora em maio, a Editora Record lançou o Minha Vida (não tão) Perfeita. Mas foi através do anúncio de um novo livro, que será lançado em 2018, que eu fiquei sabendo da existência do canal dela.


Até agora a autora tem apenas quatro vídeos postados no YouTube. No entanto, já é possível ver que o seu bom humor não fica apenas nos livros. Em um deles, Sophie faz uma comparação entre espiões e escritores. E o primeiro vídeo foi uma tentativa da autora falar em italiano para agradecer aos fãs que ela encontrou em sua turnê pela Itália.
Surprise Me foi o foco do último vídeo. Ela disse que tinha acabo de terminar de escrever o livro e queria dividir essa alegria com a gente. A história é sobre um casal que ao se darem conta que terão muitos anos juntos pela frente decidem que precisam surpreender um ao outro todos dias (se eu não entendi errado). Mas como estamos falando de Sophie Kinsella é claro qu…

Irlanda: Ataque dos birds e despedidas

Nem acredito que esse será o meu último post do meu "diário de viagem" da Irlanda. Eu devo criar uma página para compilar todas as postagens, assim fica mais fácil para novos leitores e até mesmo para quando eu quiser relembrar as minhas aventuras.

Lembrancinhas dos amigos feitos no intercâmbio!
O meu último dia de aula na Emerald, curso de inglês onde estudei, foi de doer o coração. O pessoal da minha turma era uma graça e a Claire (professora) era uma fofa e tive uma surpresa linda!

O dia 27 de fevereiro chegou mais rápido do que eu queria. Eu sabia que ia chegar. Afinal, nada é para sempre. Nesse dia, também estava acontecendo a despedida da Tamako, que também tinha entrado junto comigo na primeira segunda-feira de fevereiro.

Na hora do intervalo estávamos repassando o plano de ir para algum lugar almoçar com a turma inteira, eu aproveitei para passar a minha mini bandeira da Irlanda para todos os meus amigos do intercâmbio assinarem. Quando voltei para sala, para ter a última aula da Claire, encontrei dois muffins, um na minha mesa e outro na mesa da Tamako. Por coincidência ou não, não lembro, nós duas estávamos sentadas uma do lado da outra.

Minha turma com a professora Claire no meio. Se você clicar na imagem para ampliar,
verá que eu e Tamako estamos segurando cada uma um muffin, 
Aquele foi um gesto tão lindo e simpático. Fiquei perguntando quem tinha comprado e todo mundo negava, até que a Claire deu de ombros, levantou e acendeu a velhinha que tinha em cada muffin e pediu para eu e Tamako fazermos um pedido. Foi uma das coisas mais lindas que já fizeram por mim!

Eu escrevi uma carta para todos os colegas, foi meio padronizada, porque meu inglês não permitia muito mais do que isso. E recebi um cartão assinado por todos! Foi realmente lindo e um gesto de carinho que vou guardar para vida inteira.


Nem todo mundo pode, mas a maior parte da turma foi para o nosso almoço de despedida. Reunimos todo mundo na frente da Emerald e fomos para Howth comer Fish & Chips. O grande problema foi que não sabíamos que era Take-away (para viagem). O problema piorou pelo fato de Howth ser um porto cheio de aves, ou seja, nosso almoço na realidade foi uma fuga constante das aves na tentativa de salvar a comida. O único personagem fofo desse ataque era um cachorro que ficava rondando a gente. Depois caminhamos pelo porto e tiramos várias fotos. Foi muito divertido e inesquecível!








De noite fui no Hard Rock Café para uma segunda despedida. Para quem vai fazer intercâmbio, você percebe rápido que o final do mês geralmente é quando mais gente vai embora. Meus amigos que ficaram por mais tempo disseram que é assim mesmo, um monte de gente vai embora e outras tantas chegam ou para ficar um mês ou para ficar um tempão como eles. E assim, você vai fazendo um monte de amizade e vive entre novas amizades e despedidas. Nessa despedida falamos tchau para Jady, Denise e o Leonardo, todos brasileiros, mas na nossa mesa tinha russa, tcheco e francês.





E você acha que acabou nisso? Ainda fomos na Diceys para mais uma despedida! Nesse dia, a Diceys estava bem animada, tinha bastante gente dançando e muitos alunos da Emerald. Eu e a Tani pagamos um mico falando que "ficaríamos facim" com um cara que tava do nosso lado, e jurávamos que ele era espanhol ou italiano. Quase caímos para trás quando ele disse que também era "brazilian". E como a Tani é linguaruda, o Carlos já sabe e não preciso mais manter segredo. Ele disse para Tani que não tinha ouvido, mas acho que ele só estava sendo educado. Fica como lição para vocês que acham que "nos estrangeiro" ninguém vai entender o que você está falando!



Nesse dia também eu conheci um irish que tinha tanto papo quanto aquele senhor da feirinha que encontrei no meio do intercâmbio, mas que tinha outras intenções. Ele era "simpático" e se chamava Jim, eu acho. Mas era meio chatinho e me apresentou para os amigos da mesa dele. Eu quase pedi socorro para a Tani e a Thanna, mas ela queriam mais era que eu passasse vergonha. Hoje posso dizer: valeu pela experiência de conhecer um irish jovem, Jim (ou seja lá qual for o seu nome).

No próximo post vou falar do meu último dia oficial, da minha despedida "vip fail" com a Tani e o Gustavo e como foi voltar para casa, passando um dia extra no aeroporto de Frankfurt!

Comentários

  1. Facin né hahahahahahahahahah
    Cada vez que vejo um post desse
    Mais me animo em depositar nem que seja dois reais para a minha viagem hehehe

    Já bate uma emoção lendo imagiiiiiiiiina vivendo...

    ResponderExcluir
  2. Linda. É super evidente o quão boa foi a viagem, pois está super estampado no seu rosto. Não tem nada melhor do que a gente fazer algo bom pela gente, né? E dá pra ver como você estava satisfeita de estar ali. Muito bacana o mistério dos muffins, adorei, hehehe. Pra quê achar o dono, dentre tantas pessoas queridas, não é mesmo? Pensa que foi um gesto coletivo e você se sentirá ainda mais amada. Quando é a próxima viagem, já quero ver seus relatos, rs.

    ResponderExcluir
  3. Aliás, me fez lembrar da viagem que fiz fim do ano também. Eu e o traste que eu namorava compramos um pacote de passeio, entramos na van que ia nos levar e aguardamos. Logo chegaram duas moças. Ficamos conversando, nós quatro, em inglês. Nenhum era realmente bom, mas é o "idioma universal" e deu para saber cumprimentar e etc. Virei pra frente e comecei a falar com meu ex, em português, claro, quando a mais moça me cutuca e fala "ah, por quê não disseram que também são brasileiros?" e caímos na gargalhada, hahahhaa. Já ficamos juntos o resto do viagem...

    ResponderExcluir
  4. Essa vai ser uma viagem que vc vai lembrar pro resto da vida e agora, eu acho, que se tiver que escolher um lugar para visitar, com certeza eu escolheria a Irlanda antes de muitos outros!
    Que lugar lindo e quanta coisa bacana pra visitar!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário