Dica de podcast: C/ast

Recentemente eu tive o prazer de conhecer um novo podcast. Eu não sou viciada em podcasts, apesar de achar muito legal e até ter tentado com alguns amigos criar um. Normalmente, eu apenas ouço o Literáriocast, obviamente, um podcast de literatura. 



Esse novo podcast, C/ast, do Circuito Acadêmico, despertou o meu interesse por ser um podcast voltado para a minha primeira área de formação: Ciência Social. Mas diferente do que você pode imaginar num primeiro momento, eles pretendem ir além do público acadêmico e deixar mais "claro" o que raios é essa tal de Ciência Social! Sem contar que o podcast é feito por amigos e colegas da minha faculdade, IFCS/UFRJ.

Logo no primeiro episódio, eles falam sobre os objetivos do podcast e abordam alguns assuntos que me interessam bastante. O legal é que eles pegam um assunto "chato" e dão um tom leve e divertido!


Todo mundo que acompanha o Psicose sabe o quanto "sai" frustrada da Ciência Social, do mundo acadêmico e tudo mais. Eu simplesmente fiquei 4 anos em uma faculdade e não consegui me encontrar. Eis que nesse podcast, mais especificamente nesse primeiro episódio, eles falam sobre as dificuldades dos estudantes dessa área.

Vamos lá, primeiro, você passa 4 anos (ou uma vida) estudando algo que ninguém sabe o que é e constantemente falam que você faz "Comunicação Social" ou "Serviço Social"; segundo, existe uma hierarquização no ambiente acadêmico que deixa muitos graduandos frustrados logo no começo; e terceiro, existe uma briga ridícula entre as três áreas da Ciência Social (antropologia, sociologia e ciência política) e são poucos os cientista sociais que enxergam essa tríade como complementares. Eles também abordam outros pontos em que me identifiquei bastante e me fez até pensar em reverter da decisão de desistir da área completamente. 

Se você também não sabe o que um cientista social faz, se quer entender as frustrações de um ambiente acadêmico, eu recomendo fortemente esse podcast. Não é porque eles são meus amigos/conhecidos, mas eles estão fazendo um trabalho muito legal e vale a pena ser prestigiado. 

Comentários