Canal da Sophie Kinsella

Qualquer leitor que conhece o PN desde 2015 sabe o quanto eu adoro a autora Sophie Kinsella. Agora em maio, a Editora Record lançou o Minha Vida (não tão) Perfeita. Mas foi através do anúncio de um novo livro, que será lançado em 2018, que eu fiquei sabendo da existência do canal dela.


Até agora a autora tem apenas quatro vídeos postados no YouTube. No entanto, já é possível ver que o seu bom humor não fica apenas nos livros. Em um deles, Sophie faz uma comparação entre espiões e escritores. E o primeiro vídeo foi uma tentativa da autora falar em italiano para agradecer aos fãs que ela encontrou em sua turnê pela Itália.
Surprise Me foi o foco do último vídeo. Ela disse que tinha acabo de terminar de escrever o livro e queria dividir essa alegria com a gente. A história é sobre um casal que ao se darem conta que terão muitos anos juntos pela frente decidem que precisam surpreender um ao outro todos dias (se eu não entendi errado). Mas como estamos falando de Sophie Kinsella é claro qu…

Despertando a força que há dentro de mim

Fiquei na dúvida se escreveria alguma coisa essa semana ou não. Eu estou na última semana do semestre da faculdade e vocês podem imaginar a loucura que está. Mas de última hora achei digno vir aqui registrar a minha experiência vendo os filmes da saga Star Wars. 


Sim. Eu nunca tinha visto nenhum. Por favor, apaguem as tochas! Eu acho essa imposição de que todo mundo tem que ver tudo o que todo mundo vê uma tremenda babaquice. Eu resolvi assistir, porque eu quero ver o episódio VII no cinema e não quero ficar boiando. E de fato, eu sempre quis dar uma chance e agora juntou a "fome com a vontade comer" e não porque querem enfiar os filmes goela abaixo. 

Para começar, eu tinha uma impressão completamente errada dos filmes e será sobre isso que irei falar nesse post. Eu achava que ele era completamente chato e só "luzinhas" para todos os lados, enfim. 

Bem, por enquanto, eu só assisti a primeira trilogia, ou segunda, não sei. Fui instruída que eu deveria ver na ordem de lançamento dos filmes, que loucamente começa pelo episódio IV. Já estou providenciando tempo para assistir os outros três (E já quero uma camiseta para ir ver o filme no cinema).


Darth Vader

Ele era o personagem que eu mais tinha ouvido falar em toda a minha vida e o que menos tinha noção do que ele realmente representava. Para mim, ele só era o vilão da história e que quase nunca falava nada. Por algum motivo que eu não sei explicar, achava que ele "não falava". Sabe aquele vilão malvado que só respira e fala alguma frase de impacto e fim? Pois eu achava que ele era desse tipo. Não riam. Eu realmente não tinha nenhuma noção do que se tratava o filme, afinal. 



Luke e Han (Indiana Jones)

Eu assisti os três filmes inteiros me referindo ao Han como Indiana Jones, simplesmente, porque eu acho que ele tem mais cara de Indiana Jones. E não retruquem comigo!
O Luke, eu só sabia da sua existência por causa da famosa cena que o Darth Vader fala "Eu sou o seu pai". E por algum motivo muito louco, antes de eu ver o primeiro episódio, achava que o Indiana Jones e o Luke eram as mesmas pessoas na história em épocas diferentes (Don't ask why).
Não sei se vocês tiveram essa mesma sensação vendo os episódios do IV ao VI, mas o Luke as vezes parecia ter 15 anos e outras pareciam ter uns 40 (estou exagerando), mas fiquei impressionada como tinha hora que ele parecia bonitinho e outras parecia o capeta!


Princesa Léia

Eu não sei o que achava dela. Mas nos primeiros minutos assumi todo o meu lado machista e chamei ela de "pirigueti" (me envergonho. Maldita brincadeira idiota que temos de ficar diminuindo as outras mulheres). 
Ao longo do filme percebi que ela tem um papel muito importante e senti a falta de outras mulheres no filme. Por mais idiota que parecesse aquele plano deles em resgatar o Indiana Jones do Jabba (denominado por mim como "Lagarta gigante"), a Léia foi muito corajosa em ir lá praticamente sozinha. 
Achei uma fofura o romance dela com o Han (Indiana Jones), shippei os dois em todos os filmes!


Jedi x Sith (Lado Negro)

Eu tinha pouca noção do que se tratava o lado negro da força e a própria força, na realmente, está bem claro que eu não tinha noção de nada do filme (haha). Achei muito interessante como a força é tratada e como ela pode ser usada. O que mais gostei foi a ideia do "meio" pelo qual você usa a força (não sei se estou falando besteira), mas pelo que entendi você usar o lado negro da força é se basear em coisas ruins como raiva, orgulho, ganância... Sentimentos que acabam correndo a gente. 


No wikia do Star Wars achei o código dos Sith que acredito que traduz bem essa ideia:
"Paz é uma mentira, só existe paixão.
Através da paixão, ganho força.
Através da força, ganho poder.
Através do poder, ganho a vitória.
Através da vitória, minhas correntes se rompem.
A Força me libertará."
Isso me chamou a atenção para os meus próprios sentimentos e para a maneira como vi e vejo algumas pessoas próximas lidando com eles.  

Em contrapartida, temos o código Jedi:
"Não há emoção, há paz.
Não há ignorância, há conhecimento.
Não há paixão, há serenidade.
Não há caos, há harmonia.
Não há morte, há a Força."
Sinceramente, não entendo como alguém não pode aprender com esse filme. Julgo quem diz ser fã e se deixa tomar pelo "lado negro da força".



C3PO

Só tenho uma coisa para dizer: Odeio!
Por mim o Chewie tinha deixado ele desmontado, nunca vi um robô tão chato, mal-agradecido e bundão!


Comentários

  1. Ainda bem q vc decidiu ver a saga... kkkkkkkk... sou fã incondicional!!!! quero saber sua opinião dos outros 3... estou aguardando...

    PS: amo C3PO.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... mas amooo mais R2D2

    Livros terapias / Fan page

    ResponderExcluir
  2. Eu continuo sem entender muita coisa desse universo, mas vou assistir ao filme mesmo assim hahahaha
    Meu irmão peediu pra eu ir com ele, então vou né!
    Mas vou tentar assistir os outros filmes pra ver se eu entendo alguma coisa.
    Confesso que tentei assistir uma vez, mas fiquei boiando e depois dormi.. hahahaha

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Nina.
    Eu entendo tanto de Satr Wars quanto você.
    Agora entendi o que é o Smith, o lado negro da Força. E eu também acho muito inspirador todo o conceito de Força que é passado nessa saga.
    Abraços.
    Minhas Impressões

    ResponderExcluir

Postar um comentário