Maratona Oscar 2016: Ex-Machina

Hoje eu vou falar sobre um filme que não está entre os destaques do Oscar 2016. Ex- Machina está concorrendo apenas em duas categorias, Efeitos Especiais e Roteiro Original. Mas de qualquer forma é um filme surpreendente e vale as duas indicações sem sombra de dúvida.




Se trata de um filme britânico de sci-fi que conta a história de um programador, Caleb, que trabalha para uma empresa de um grande site de busca. Eis que ele ganha oportunidade de conhecer o CEO da empresa, Nathan, numa mansão isolada do resto de mundo. Lá ele fica sabendo que o CEO está trabalhando no desenvolvimento de um robô de inteligência artificial. O programador foi chamado ali para testar "Ava", a humanoíde criada por Nathan. Mas o que você pode esperar de uma mansão no meio do nada? A história começa a ganhar ritmo quando coisas estranhas passam a acontecer. 


Qualquer coisa a mais que eu falar aqui pode soar como spoiler e esse é aquele tipo de filme que perde totalmente a graça se você souber os plot twist da história. 

Fora isso, eu acho que o filme traz muitas questões interessantes sobre a criação de um robô de inteligência artificial. Eu acabei descobrindo pelo Black, que viu o filme comigo, que Ex-Machina é um termo já muito conhecido que significa "Deus surgido da máquina". Um termo utilizado para indicar uma solução inesperada de obra ficcional. E com certeza é isso que você pode esperar desse filme.


Ex-Machina realmente tem um ótimo roteiro original que pode agradar tanto as pessoas que buscam um filme mais profundo e com algumas questões morais e filosóficas que podem ser debatidas, como também está ai para agradar os fãs de Efeitos Especiais e finais de cair o queixo. Ótima dica, independentemente de Oscar.


Comentários

  1. Acho que já devia ter visto esse filme. Parece ótimo. Prefiro quando filmes de ficção-científica seguem essa linha menos ação mais filosofia/ética enfim. E essa vertente "pós-humana", por mais que esteja sendo explorada desde a época do Asimov, hoje ela é mais próxima de nós que antes. Vou tentar encaixar esse filme nos meus planos.

    https://deliriumscribens.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário