Canal da Sophie Kinsella

Qualquer leitor que conhece o PN desde 2015 sabe o quanto eu adoro a autora Sophie Kinsella. Agora em maio, a Editora Record lançou o Minha Vida (não tão) Perfeita. Mas foi através do anúncio de um novo livro, que será lançado em 2018, que eu fiquei sabendo da existência do canal dela.


Até agora a autora tem apenas quatro vídeos postados no YouTube. No entanto, já é possível ver que o seu bom humor não fica apenas nos livros. Em um deles, Sophie faz uma comparação entre espiões e escritores. E o primeiro vídeo foi uma tentativa da autora falar em italiano para agradecer aos fãs que ela encontrou em sua turnê pela Itália.
Surprise Me foi o foco do último vídeo. Ela disse que tinha acabo de terminar de escrever o livro e queria dividir essa alegria com a gente. A história é sobre um casal que ao se darem conta que terão muitos anos juntos pela frente decidem que precisam surpreender um ao outro todos dias (se eu não entendi errado). Mas como estamos falando de Sophie Kinsella é claro qu…

"Anti-Oscar": Framboesa de Ouro

Como o ser humano é ruim e gosta de tripudiar os outros, acredito que não deva ser surpresa para ninguém que assim como existe o Oscar para premiar o "melhor do cinema", também existe uma premiação para o "pior". 


Para quem nunca ouviu falar, hoje, eu apresento o "Framboesa de Ouro" (Razzie Awards, abreviação de The Golden Raspberry Awards). Na realidade, o negócio não é tão sério como eu comecei esse post. Essa premiação é uma paródia do Oscar onde internautas votam nos piores filmes e atuações do ano. A cerimônia tem sido realizada na véspera do Oscar e esse ano será no dia 27 de fevereiro.


As primeiras "cerimônias" aconteceram na casa do publicitário John JB Wilson com alguns amigos. Ao que reza a lenda, tudo foi muito improvisado, com direito a palanque de papelão e cédulas de votação para os convidados. "Can't Stop the Music" foi o primeiro ganhador. E essa pequena brincadeira começou a cair no ouvido do povo e a cada ano, o número de participantes dobrava. Por muito tempo, eles tentaram competir com o Oscar, realizando a premiação no mesmo dia. Óbvio, que não tinham muita audiência. 


Claro que a maioria dos atores e diretores não comparecem a cerimônia para fazer as honras. Mas tiveram algumas exceções: Tom Green, Halle Berry, Ben Affleck, Sandra Bullock e até alguns diretores e roteiristas fizeram questão de receber o prêmio em mãos. 

 

Inclusive, fiquei conhecendo um pouco mais dessa premiação quando a Sandra Bullock ganhou com o filme "Maluca Paixão". Nesse filme ela faz uma mulher mega inteligente e meio bobinha que é responsável por criar as palavras cruzadas de um jornal e, pior, que passa a ficar obcecada por um cara que conheceu em um encontro arranjado. Ela cruza o Estados Unidos inteiro atrás do que acredita ser o seu grande amor, enquanto o cara não está nem aí. No entanto, o mais engraçado dessa história toda de pior atriz é que ela ganhou o Oscar de Melhor Atriz no mesmo ano (2010) pelo filme "Um Sonho Possível". 


Além das categorias normais que existem no Oscar de pior filme, ator, diretor... O "Framboesa de Ouro" também premia o pior "Remake ou Spin-off ou Sequência" e faz algumas categorias especiais como: "Pior filme escrito arrecadando mais de 100 milhões de dólares na história", "Pior desculpa para um filme real", "Pior utilização de 3D" (foi o melhor que consegui traduzir de "Worst Eye-Gouging Misuse of 3D, se alguém tiver uma tradução melhor...).

Eu nunca assisti a premiação, então, não posso dizer que se trata de uma brincadeira saudável ou não. Mas acredito que a Sandra Bullock não ia se prestar a participar de uma premiação de mal gosto - não que ganhar um prêmio de pior alguma coisa seja muito legal. 

Na categoria de PIOR FILME esse ano temos:

Quarteto Fantástico 
Cinquenta Tons de Cinza 
O Destino de Júpiter 
Segurança de Shopping 2 
Pixels

Confira a lista completa clicando aqui!

Comentários

  1. Eu meio que gosto do framboesa de ouro. Bem ou mal intencionado, certos filmes merecem esse tipo de reconhecimento. É moda falar mal de Hollywood e tudo mais, mas a maior parte dos filmes listados aí são preguiçosos pra dizer o mínimo. Esses produtores/atores/diretores/roteiristas já estão cheios da grana, não precisam de mais gente passando a mão na cabeça deles. E a ironia de uma mesma atriz levar, no mesmo ano, o Oscar e o Framboesa, é melhor ainda. Mostra que foi a produção mesmo que não tirou o melhor do artista, não o artista em si que não tem qualidade. Entende o que eu quero dizer? Cinismo, quando bem medido, tem seu papel no mundo.

    https://deliriumscribens.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário