Maratona Oscar 2016: Balanço do Oscar antes da premiação

Ontem, dia 23 de fevereiro, marcou o fim da votação para definir os ganhadores que serão anunciados dia 28 de fevereiro, nesse domingo. Aqui no Brasil como de costume a cerimônia será transmitida pela TNT. Cerca de uma hora ou duas, antes da TNT, você pode começar a acompanhar o Red Carpet no canal da E!.



Infelizmente, eu não consegui ver todos os filmes que pretendia ver a tempo para a cerimônia. Talvez eu ainda tente ver "A Garota Dinamarquesa". Mas, em janeiro e fevereiro e fiz diversas resenhas com os filmes indicados. Veja aqui todas as resenha que eu fiz! (clique na foto para ser redirecionado para a resenha do filme).


INDICADOS A MELHOR FILME

  

  


Nos indicados a melhor filme ficou faltando apenas "A Grande Aposta", mas confesso que não estou muito animada para ver, mesmo depois da premiação. A história em si não me cativou muito, digamos assim. 

OUTRAS CATEGORIAS

Indicado para Melhor: Roteiro Original - Efeitos Especiais.

Indicado para Melhor: Atriz Coadjuvante - Fotografia - Trilha Sonora.

Indicado para Melhor: Ator Coadjuvante.

Indicado para Melhor: Ator. 

AINDA NÃO VI

Como eu disse no começo do post, ainda pretendo ver o "A Garota Dinamarquesa" que recebeu indicações para Melhor Ator (Eddie Redmayne), Melhor Atriz Coadjuvante (Alicia Vikander), Melhor Figurino e Best Production Design. Mas ainda quero ver, com prazo de "até antes de morrer": "Joy" (Indicado para Melhor Atriz com a Jennifer Lawrence) e "Steve Jobs" (com Indicações para Melhor Ator com Michael Fassbender e Melhor Atriz Coadjuvante com a Kate Winslet - ganhadora do Globo de Ouro). 

Acabei perdendo a vontade ver "Carol". Eu fiquei muito animada para ver no começo por causa do enredo e tudo mais. No entanto, comecei a achar que o filme pode ser superestimado, como "O Regresso", e na realidade ser lento e chato. Mas confesso que esse é um preconceito que estou criando sem nem ao menos ter tentado ver o filme.

ANIMAÇÃO

Para finalizar, fiz um post rapidinho com os indicados para Melhor Animação. Acabei vendo o "O menino e o Mundo" (indicação brasileira) depois da postagem. A Animação é muito fofa com detalhes muito sutis e de uma delicadeza enorme. No entanto, acho difícil ele ganhar. Ele me lembrou muito os filmes do estúdio irlandês Cartoon Saloon, que já teve duas indicações e não ganharam. No post que fiz, você pode ver os trailers das animações (clique na imagem):


OUTRAS INDICAÇÕES

Eu ainda não estou levando em conta alguns filmes que foram indicados numa categoria aqui e outra acolá. Ainda temos: 

* "Star Wars" (veja a resenha feita antes da indicação) com indicações nas categorias de Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora, Best Sound Editing, Best Sound Mixing e Melhor Efeitos Especiais; 
* "45 anos", com indicação de Melhor Atriz para Charlotte Rampling; 
* "Sciario" com indicações para Melhor Trilha Sonora, Best Sound Editing e Melhor Fotografia; 
"Cinderella", Melhor Figurino; 
* "O homem de 100 anos que pulou a janela e desapareceu", Melhor Maquiagem; 
* e "Straight Outta Compton: A história do N.W.A" como Melhor Roteiro Original. 

Ainda temos os indicados a Melhor Documentário, Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Curta-metragem. E provavelmente, ainda existem outras categorias que nem faço ideia que existam. Realmente é uma premiação enorme, em várias sentidos.

#OSCARSOWHITE

Não posso e não podemos ignorar, algo que esse ano ficou muito evidente e que ouvimos muito falar após as indicações. As redes sociais choveram com a tag #OscarsSoWhite". Essa premiação, como a maior parte do universo hollywoodiano, é predominantemente formada por "Homens Brancos"

Eu lembro que fiquei muito feliz no ano que a Kate Bigelow ganhou o prêmio como Melhor Direção (arrisco a dizer que foi a primeira mulher a levar a estatueta nessa categoria) com o filme "Guerra ao Terror". E, em 2014, que tivemos vários negros indicados e ganhadores (Melhor Filme, Melhor Atriz e Ator Coadjuvantes) com o filme "12 anos de escravidão"


No entanto, temos que ter noção que esse preconceito começa antes da premiação (não estou querendo defender ninguém ou minimizar o problema), apenas lembrar que o preconceito começa na própria indústria do cinema (onde a maioria dos papéis, principalmente para negros, são representando papéis sociais inferiores, como escravos ou empregados, por exemplo). Mas antes da indústria, a própria nossa própria sociedade exclui negros e mulheres lhes oferecendo papéis inferiores dentro da nossa ordem social. 

Lupita Nyong'o, vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coajuvante no filme "12 anos de escravidão", fez um discurso falando sobre a importância da representatividade no "7º Essence Black Women in Hollywood":


Mas é fato que grandes premiações como o Oscar, onde o mundo inteiro volta a sua atenção, precisa repensar a importância do protagonismo das minorias. Infelizmente, o Oscar é só um reflexo da nossa sociedade. 

Viola Davis também fez um ótimo discurso ao ganhar o Emmy de melhor atriz em série de drama. Ela fala sobre a falta de oportunidade e como é preciso redefinir os papéis das atrizes negras nas telas. Depois desse discurso, eu não preciso falar mais nada:


ENFIM...

Ninguém parece muito animado com as indicações desse ano e já é velha a história de que a cada ano a premiação vem tendo cada vez menos audiência. Esse ano, apesar de ter faltado negros nas indicações, os organizadores chamaram Chris Rock como apresentador. Vamos ver se o comediante irá alfinetar a premiação, apesar de todos nós sabermos que tudo é decorado e ensaiado.


O jeito é torcer pelo seus atores, atrizes favoritos e os filmes que conquistaram o seu coração. E, já disse isso aqui em algum lugar, não leve essa premiação a ferro e fogo. Pois existem filmes maravilhosos que nunca chegaram nem a ser indicados e outros péssimos levaram a estatueta. No final das contas, tudo é uma questão de gosto e não deixe de gostar mais ou menos de algo por causa de um prêmio.

Por fim (MESMO!), participem do Aposta Psicose! Estamos nos últimos dias. Estarei aceitando palpites até sexta-feira a noite. Teste o seu chutômetro com a gente!

Comentários

  1. Uma nota que acho importante destacar sobre a predominância branca nos Oscars esse ano, mesmo depois de todas as críticas do ano passado: os dois filmes que poderiam mudar isso (Creed e Straight Outta Compton), não o fizeram porque só concorreram nas categorias que envolviam brancos (Stallone - porque o o diretor e o protagonista são negros - e os roteiristas de SOC - diretor e maior parte do elenco negro). Parece até que a Academia esqueceu de disfarçar o racismo esse ano. Enfim, esse ano quase não vi nenhum dos filmes. Isso não costuma me impedir de fazer apostas, mas faltou ânimo. Apesar de tudo, vários dos concorrentes eu ainda quero assistir.

    deliriumscribens.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Só sei que se o Leonardo Di caprio não ganhar dessa vez... não tem mais jeito kkkkkkk
    Beijos,
    Luana Agra - Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário