Maratona Oscar 2016: Mad Max

Mad Max foi um dos melhores filmes de 2015 para mim. Eu não acreditei quando vi que ele estava na lista dos indicados a melhor filme! O filme levou 9 indicações e gostaria muito que ele se destacasse nessa premiação.


Quando fui ao cinema, eu fui sem saber nada sobre o filme. Achei que era algum filme bobo de fantasia "para meninos". Nem me dei ao trabalho de ver trailer. E que bom que me enganei!

"Perseguido pelo seu turbulento passado, Max Rockatansky acredita que a melhor forma de sobreviver é não depender de mais ninguém além de si próprio. Ainda assim, acaba por se juntar a um grupo de rebeldes que atravessa a Wasteland, numa máquina de guerra conduzida por uma Imperatriz de elite, Furiosa (Charlize Theron). Este bando está em fuga de um cidadela tiranizada por Immortan Joe, a quem algo insubstituível foi roubado. Desesperado com a sua perda, o Senhor da Guerra reúne o seu exército e inicia uma impiedosa perseguição aos rebeldes e a mais implacável Guerra na Estrada de sempre." (fonte: Wikipédia)


Precisei pegar a sinopse, pois vi logo quando lançou, acho que em Maio do ano passado e não me lembro de muitos detalhes da história. Mas de uma coisa eu lembro muito bem. Para mim, esse filme não era sobre Max Rockatansky, mas sim da Furiosa. Nossa, como essa personagem brilhou nesse filme com a atuação da Charlize Theron! 

Eu acho que já devo ter deixado claro aqui que gosto muito de ver mulheres fortes (em todos os sentidos) nos filmes. Personagens que mostram que não precisam de "príncipe" para salvá-las. Personagens como a Furiosa me fazem olhar para dentro de mim e buscar todas as forças que tenho para lutar por tudo que acredito.  


Os efeitos especiais (ou visuais, não sei exatamente a diferença) são incríveis. Cenas no deserto, explosões, tempestades de areia, águas monumentais... Tudo feito de forma impecável. Até mesmo as cenas de perseguição que eu imaginei que ficaria entediada, não cheguei nem perto disso. O filme foi roteirizado ou dirigido - não sei muito bem quem é o responsável por essa magia, enfim - de uma maneira que era possível você se sentir no meio da perseguição. 

Outro ponto muito importante que eu lembro que foi muito discutido na época do lançamento do filme é temática sobre o controle dos recursos naturais, no caso, a água. No filme, uma única pessoa, governo ou o que for, enfim, poucas pessoas eram "donas" de todo o recurso de água. Enquanto, um enorme número de pessoas que eram pobres dependiam da benevolência dos mais afortunados para ter acesso a esse recurso fundamental para a vida. Ponto esse importantíssimo, se formos pensar sobre a escassez de água que já bate na nossa porta. 



Um filme brilhante em vários aspectos. Só fiquei muito intrigada pela não indicação da Charlize Theron como melhor atriz ou atriz coadjuvante (não sei ao certo em qual categoria a sua personagem se aplicaria).

Só vou ficar chateada se "O Regresso" se destacar mais do que Mad Max, só digo isso. 

Comentários