Canal da Sophie Kinsella

Qualquer leitor que conhece o PN desde 2015 sabe o quanto eu adoro a autora Sophie Kinsella. Agora em maio, a Editora Record lançou o Minha Vida (não tão) Perfeita. Mas foi através do anúncio de um novo livro, que será lançado em 2018, que eu fiquei sabendo da existência do canal dela.


Até agora a autora tem apenas quatro vídeos postados no YouTube. No entanto, já é possível ver que o seu bom humor não fica apenas nos livros. Em um deles, Sophie faz uma comparação entre espiões e escritores. E o primeiro vídeo foi uma tentativa da autora falar em italiano para agradecer aos fãs que ela encontrou em sua turnê pela Itália.
Surprise Me foi o foco do último vídeo. Ela disse que tinha acabo de terminar de escrever o livro e queria dividir essa alegria com a gente. A história é sobre um casal que ao se darem conta que terão muitos anos juntos pela frente decidem que precisam surpreender um ao outro todos dias (se eu não entendi errado). Mas como estamos falando de Sophie Kinsella é claro qu…

Clube do Livro Saraiva RJ

Hoje vou falar um pouco desse projeto maravilhoso da Frini que completa 7 anos. Todo mês, ela reuni dezenas de amantes da literatura numa Saraiva aqui do Rio de Janeiro para debater sobre um tema ou um livro. No mês passada - primeiro encontro que eu fui -, o tema foi feminismo na literatura e foi demais!


A proposta do Clube não era se adentrar profundamente em termos técnicos ou militantes sobre o feminismo. A Frini em si compartilhou bastante de como se enxergou feminista, ou seja, experiências pessoais de como ela percebeu que muita das práticas ditas "feministas", ela já fazia, mas por ter uma visão errada "do que é" uma feminista, ela demorou um tempo para se enxergar como. E pela reação do pessoal do Clube - eu me incluo nisso -, a maioria também passou por isso.


Entre compartilhamentos de histórias de livros e reais, debatendo o assunto sobre diferentes perspectivas, chegamos a conclusão de que feminismo se trata de ser livre para fazer escolhas - e coloco um adendo, ter essas escolhas respeitadas!


Dos livros apresentados pela Frini, eu tive o prazer de ser sorteada para ganhar o "Eu sou Malala" que conta a história de uma menina que teve lutar pelo direito de poder estudar. Sempre quis ler sobre a história dela e, finalmente, vou ter essa oportunidade. Outro livro que me interessou bastante é o "O que sei de verdade" da Oprah Winfrey. Eu queria conhecer mais sobre a vida e ideias dessa mulher que construiu um império. 

Também foram abordados os livros: Capitolina, Vamos Juntas?, Mulheres, entre outras obras que floresceram na primavera feminista. 

O Clube também promove um projeto de livro itinerante. Fiquei muito feliz de ter sido escolhida para trazer o livro "Passarinha" da Kathryn Erskine para casa. Ele está inclusive autografado pela autora, o que torna a experiência mais legal ainda!

A Frini tem uma presença inigualável - que eu tive o prazer de conhecer na mediação do bate-papo com  Sophie Kinsella na última bienal do Rio - e estou ansiosa para a próxima edição que será comemorativa dos 7 anos do Clube. 

Comentários