Resenha do filme: Como eu era antes de você

Nossa, como eu "não esperei" por esse filme. Sim. Eu não escrevi errado. Eu li o livro da Jojo em 2013. Esse livro foi um marco na minha vida literária, pois foi o primeiro e-book que eu li no meu Kobo. Foram 3 dias incríveis onde me vi completamente imersa na história e, como 90% das leitoras, cai em lágrimas. 


Na época, eu não fiz o que pode se chamar de uma resenha propriamente dita, eu apenas falei da minha experiência com a Jojo, já que logo em seguida, eu peguei outro livro dela para ler. Apesar de ter amado a história, eu não me lembro de desejar loucamente o filme. Não que eu também não tenha ficado animada quando soube que na realidade teria um filme. Eu só não sei explicar, mas é como se o livro tivesse sido o suficiente para mim. Não sei se você já teve essa sensação com algum livro que tenha lido.


Eu não fui ver o filme criando muitas expectativas, para ser sincera, consegui fugir de todos os trailers. Então, lá estava eu de peito aberto com alguns lapsos de memória de uma história que tinha me cativado há três anos. 

Eu gostei. Vamos lá, não se trata de numa super produção. Achei que eles poderiam ter trabalhado melhor algumas questões da história, principalmente, a relação do Lou com o Will que parece bem mais intensa no livro. Levando em conta que se trata de uma adaptação, eu achei que ficou bem legal. Consegui rir e me emocionar (apesar de não ter chorado, como no livro), então, o filme atingiu o meu objetivo de entretenimento.

Curti bastante a trilha sonora e a fotografia do filme. Cortaria uns 10 minutos de cada cena de pré-beijo. E achei que os atores se encaixaram muito bem nos seus papeis. Para as pessoas menos chatas, acho que será um bom filme para se distrair. Agora se você é um pseudo-crítico de cinema, não perca o seu tempo. 

Comentários