Resenha: Procurando Dory

Terça-feira passada, eu fui encontrar minha amiga de intercâmbio Tani em Botafogo. E adivinha o que decidimos fazer juntas? Assistir "Procurando Dory". Antes, eu gostaria de fazer um adendo sobre a minha experiência vendo "Procurando Neno". Sim, eu também vi no cinema. Eu ainda morava em Mogi e fui com uma amiga e as primas dela. O cinema estava lo-ta-do! Minha mãe entrou com a gente para ajudar com a pipoca e refrigerante. E, não é que uma das primas da minha amiga virou toda a pipoca no chão?! Nossa, que momento tenso com todas aquelas crianças berrando na sala do cinema, pessoas sentando no chão, porque acho que venderam mais ingressos do que tinham de lugares disponível. Enfim, dessa vez foi bem diferente - graças, já que não tenho mais pique para isso.


Calma. Não sou daquelas crianças radicais dos anos 90 que acham que as crianças de agora não tem direito de ver as coisas que elas se apropriaram por ser da "nossa época". Mas consegui escolher um horário que me permitiu ver com extrema tranquilidade, comparado ao primeiro filme. 


Eu fui ao cinema sem ter visto o trailer - eu sou muito boa nisso. Então, não sabia exatamente qual seria o contexto da história. Nesse filme, Dory começa a ter uns lapsos de memória e decidi procurar a sua família. Mas, claro - óbvio, com certeza - as coisas fogem um pouco do controle e o Nemo e o Pai dele (Marlim?) precisam ir atrás dessa peixinha tão querida.


Achei ótimo como criaram e desenvolveram a história. Foi ótimo conhecer a história dessa peixinha que roubou a cena no Procurando Nemo. Confesso que em alguns momentos eu fiquei um pouco entediadinha - nada que tenha me desanimado em relação ao filme. Mas ainda acho o Procurando o Nemo mais engraçado. Achei esse filme mais do tipo "fofinho" - talvez eu esteja ficando velha. Sei lá, a piada do baleies teve mais graça da primeira vez.

No geral, adorei e acho que vale muito a pena assistir, não em 3D - perda de dinheiro.

Comentários

  1. Oi, Dani! Também adorei "Procurando Nemo" e ainda quero assistir "Procurando Dori". A atriz que dublou a Dori no primeiro filme é tão boa que ajudou muito a dar mais comicidade à personagem. Vou conferir a atual (deu pra sentir um pouquinho pelo trailer que vc postou, mas acho que preciso de mais cenas para atestar uma opinião). Beijo beijo beijo!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário