Canal da Sophie Kinsella

Qualquer leitor que conhece o PN desde 2015 sabe o quanto eu adoro a autora Sophie Kinsella. Agora em maio, a Editora Record lançou o Minha Vida (não tão) Perfeita. Mas foi através do anúncio de um novo livro, que será lançado em 2018, que eu fiquei sabendo da existência do canal dela.


Até agora a autora tem apenas quatro vídeos postados no YouTube. No entanto, já é possível ver que o seu bom humor não fica apenas nos livros. Em um deles, Sophie faz uma comparação entre espiões e escritores. E o primeiro vídeo foi uma tentativa da autora falar em italiano para agradecer aos fãs que ela encontrou em sua turnê pela Itália.
Surprise Me foi o foco do último vídeo. Ela disse que tinha acabo de terminar de escrever o livro e queria dividir essa alegria com a gente. A história é sobre um casal que ao se darem conta que terão muitos anos juntos pela frente decidem que precisam surpreender um ao outro todos dias (se eu não entendi errado). Mas como estamos falando de Sophie Kinsella é claro qu…

#BienaldoLivroSP - Último post!

Hora de dizer goodbye? Ou seria um até breve? Acho que prefiro a segunda opção. No post de hoje, eu vou falar um pouco sobre o evento no geral, o que eu vi de verdade no primeiro final de semana e outras coisas que vi através dos meus amados amigos blogueiros e das editoras. 


Antes dessa Bienal começar houve muito auê (confusão, tumulto, caso na sua região você não conheça essa expressão) sobre o destaque para participação de Youtubers nesse grande festival literário. De fato, eles estavam e estiveram por lá. Ainda assim, na minha visão, os autores nacionais e internacionais deram um show!


Logo no primeiro dia que eu fui, sábado, dia 27 de agosto ~ gravado na agenda para sempre com mil corações ao lado ~, já tive um montão de surpresa. Primeiro uma não tão boa. Minha credencial saiu errada duas vezes ~ DUAS! Na primeira, a moça da catraca disse que eu teria que pagar ~ oi? para que a credencial então? Quase quis fazer ela engolir. Na segunda tentativa, a moça que supostamente deveria resolver o problema disse que ~ basicamente ~ que eu teria que usar um crachá onde estaria escrito "Blogueira do blog Blogueiro" ~ sim, muitas carinhas raiva nesse momento



Estande da Intrínseca estava lotado!

Passado os problemas, fui ao lado da Raissa (O Outro Lado da Raposa) e da Ani (Entre Chocolates e Músicas) desbravar a minha primeira Bienal do Livro de São Paulo. Apesar de todos terem me alertado para não criar expectativas em relação ao tamanho, eu achei o evento paulista menor. Fiquei impressionada com a quantidade de editoras que se fundiram em estandes e editoras que se quer estavam por lá. Os estandes eram relativamente menores comparados as bienais que fui no Rio. Mas vamos lembrar que tamanho não é documento! E se você nunca foi num evento desse porte, não ache são apenas umas barraquinhas. Mesmo em São Paulo sendo menor, os estandes são colossais e você encontra muitas editoras e autores.

Essa era uma das praças de alimentação, muita opção boa, mas o preço super salgado.
Recomendação: leve comida de casa!
Óbvio que o meu destaque fica para o estande da Editora Rocco. Eles fizeram um trabalho incrível tematizando o estande com o universo de Harry Potter, com direito a mini Plataforma 9 3/4 (se você não conhece o universo de HP, eu estou falando daquela parede que eles precisam atravessar para pegar o trem que leva a escola de bruxaria). Para completar, eles fizeram uma mesa linda em homenagem a Clarice Lispector. Consegui me infiltrar no evento de blogueiro sobre Harry Potter e lançamentos da Rocco, onde ganhei uma ecobag, poster e marcadores do HP (definição para infiltrar nessa situação: sobraram lugares hehe). 


Eu e as minhas amigas blogueiras no evento da Rocco para blogueiros.
Claro, eu estava com a minha echarpe verde da sorte!

O evento também deu bastante destaque para o universo nerd e dos HQs. O estande da Panini estava E-N-O-R-ME! Também tinha um estande só da Disney, onde você encontrava bonecos dos desenhos do estúdio e do Star Wars. A feira também ofereceu uma exposição sobre o Maurício de Sousa. 


Umas das coisas que achei muito legal foi terem feito uma arena de bate-papo com autores (mais uma vez, enorme) e aberta ~ isso mesmo, aberta! Mesmo que você não conseguisse sentar nos puffs brancos, você podia acompanhar o bate-papo no entorno. E não precisava de senha!

Não sei se você reconhecem, mas ali no palco está a Frini (autora do Sou fã! E agora?). Ela estava começando um bate-papo.
Também destaco os estandes do Skoob/Submarino e da Amazon, eles promoveram bate-papos abertos com autores. A Cultural Astral tinha o espaço TodaTeen onde foram debatidos alguns temas. A nossa colunista foi convidada para apresentar uma palestra sobre como ser autor na era digital ao lado da Aimee Oliveira, Bruna Fontes, entre outros. 


Claro que no final das contas, o melhor de tudo foi conhecer os meus amigos blogueiros de SP e encontrar autores lindos (fiz um post há alguns dias sobre os encontros). Foi um experiência maravilhosa. Quanto mais me embrenho no meio do mercado editorial, mas quero fazer parte dele de alguma forma! 

Comentários

  1. Esse ano a bienal estava muito bem organizada na minha opinião, eu fui nos anos anteriores e mesmo amando o evento como eu amo, me senti desconfortável em muitos momentos! Esse ano foi tudo maravilhoso, não sei se tive sorte ou está melhor mesmo, só sei que não tenho do que reclamar!
    A melhor parte são os preços dos livros nas distribuidoras, eu encontrei grandes promoções! A única coisa que senti falta foi o estande da novo conceito! Uma pena eles não estarem lá!
    Amei seu post!

    Beijos
    Dani Cruz
    blogemcomum.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário