Resenha: Diário de uma princesa improvável


Quem me conhece sabe que eu sou apaixonada pela Meg Cabot desde que coloquei as mãos no meu primeiro livro dela. Oitenta livros depois e continuo apaixonada pela Meg Cabot como se ainda fosse o primeiro livro. 

Pois bem, eis que essa mulher incrível fabulosa perfeita diva quem eu quero ser quando crescer lançou um livro novo! Na verdade, o primeiro livro de uma série de livros novos. Eis que essa série se passa no universo de DIÁRIO DA PRINCESA (que é nada mais, nada menos, que minha série favorita dessa criatura divina chamada Meg). O livro em questão é o “Diário de uma princesa improvável”, lançado pela Record esse ano!

O livro conta a história de Olivia, uma “irmã perdida” de Mia Thermopolis. Nós conhecemos Olivia em “O Casamento da Princesa”, 11º livro da série “Diário da Princesa”. Nesse primeiro volume da nova série, Olívia nos conta como foi se descobrir uma princesa! Um pedaço da história repete o que ocorreu no 11º volume da outra série, mas é uma visão completamente diferente... Da própria Olívia. Uma princesa improvável de 12 anos.



Voltamos a conviver com Mia, Grandmère, Phillipe, Michael, Lars e um monte de outros personagens queridos da série Diário da Princesa. Ao mesmo tempo, também somos apresentados a uma quantidade considerável de novos personagens, que logo conquistam nosso coração – ou nosso ódio, no caso dos antagonistas. Por que sempre tem que ter gente horrível no mundo, Jesus?


O livro é doce, leve e meigo – como todos os livros da Meg. Qualquer pessoa consegue ler, mesmo quem ainda está no início da adolescência. O texto é suave, as palavras são fáceis e a leitura é muito fluida. E AH, para completar, o livro é lindo de morrer. Ele é cheio de ilustrações maravilhosas por dentro, já que Olívia é uma desenhista nata. E adivinha? Os desenhos são feitos pela Meg Cabot! Prendada essa mulher, não?

Essa é a Mia desenhada!!! Sofri? Sofri <3

Uma leitura imperdível para quem, como eu, é apaixonado por romances adolescentes e não perde uma oportunidade de voltar no tempo e relembrar essa fase difícil, mas maravilhosa! <3

Bem-vinda à minha estante, Olivia! Prevejo que seremos BFFs,
que nem eu e sua irmã.
PS: MEG, JÁ PODE VOLTAR PRO BRASIL, VIU? Olha a quantidade de livro que você ainda precisa autografar para mim. Obrigada! De nada! 

Comentários