Minha lista de desejos para Bienal do Livro (Autorxs)

Quem segue o Instagram da Bienal do Livro do Rio, já está sabendo de algumas confirmações de autoras e autores que estão no evento desse ano. Mas como não custa sonhar, eu vou dividir com vocês alguns das pessoinhas internacionais que eu gostaria de ver por aqui.

Confissões de uma fujona

Eu queria muito poder falar em vídeo sobre o que ando sentindo, mas ainda não me sinto preparada. Aprendi a sustentar uma máscara de que está tudo bem. As vezes tento fugir dos meus sentimentos até que eles batem com força em mim e me mandam para o chão. Eu já fiz alguns posts sobre isso aqui no blog, acredito que em momentos de crise também. Espero não estar sendo repetitiva. Mas sei que se você tiver o mínimo de empatia na sua alma, você irá dizer que não estou sendo. 



Eu não sou uma especialista para afirmar que o que eu sofro é depressão, ansiedade ou apenas agonia da idade - talvez seja uma mistura de tudo isso; talvez eu deveria procurar um especialista. Mas normalmente escrever me ajuda a colocar um pouco as ideias no lugar. Santo Psicose! Santo leitores que tenho também! 

Seja lá o que eu tenha, quando eu tenho num grau em que penso que nada mais faz sentido, eu fujo. Como não posso fugir literalmente por várias questões, eu me escondo, eu evito pessoas-lugares-coisas. Nesses momentos, eu lembro de todos os outros em que me senti dessa maneira e uma pontada de esperança cresce em mim. Uma vozinha diz: -Você já aguentou até aqui e nem todos os momentos foram ruins. Então, vamos lá!

Verdade. Mas enquanto esse sentimento me assola, eu vivo um dia após o outro. Isso é horrível, eu sei. Eu fico na expectativa de como será o próximo dia, sem fazer muitos planos a longo prazo, porque simples não consigo prever o que irá acontecer. Será que vou acordar bem? Vou levantar da cama? Vou ficar irritada com o mundo por nenhum motivo? Vou rir ou chorar? 

Ainda tenho forças para continuar. Quem me segue nas redes sociais vê que continuo fazendo projetos, mas normalmente envolve outras pessoas. Quando você não se acha merecedor de algo é mais fácil fazer as coisas pelos outros do que para si. 

Desculpe toda minha melancolia, mais uma vez, eu só precisava desabafar e faço isso melhor escrevendo. Obrigada por me ler! 

Comentários

  1. Escrever sempre faz bem, e ler isso q vc escreveu, me faz sentir dar uma espiada ,mesmo q pequenina, na sua alma... Vc nao esta sozinha sentindo isso, e vc tbm nao esta sozinha em nao saber o que te faz sentir isso, talvez seja sim uma boa ideia procurar um especialista, pense bem no caso.

    ResponderExcluir
  2. Força! Espero que logo você possa estar sorrindo de orelha a orelha e de coração!

    http://eutenhomiopia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário