4 anos de muita loucura

Nem acredito que hoje faz exatamente 4 anos desde a minha primeira postagem. Desde o dia que resolvi que era hora de voltar para blogosfera. Aliás, eu acho que nunca deixei de ser blogueira desde que criei o meu primeiro blog em 2003 chamado Dan Caxuxa (não ria! Caxuxa era uma bruxa de um poema que eu tinha lido quando criança). Até o Psicose da Nina nascer houve tantos outros. Alguns duraram anos, outros meses... Teve até aqueles que só foram criados e nunca receberam uma postagem se quer. Mas olha eu aqui comemorando 4 ANOS de PN.


Até esse post foram 527 postagens sobre muitas coisas aleatórias, muitas paixões e obsessões compartilhadas por aqui. Vocês não me deixaram falando sozinha 1400 vezes! Já acumulamos mais 160 mil visitinhas

Nesses 14 anos de blogosfera (não sou boa em cálculos), o PN foi finalmente o lugar onde me encontrei. Como eu disse já tive muitos blogs e eu costumava separar os assuntos em cada um deles. O PN é a junção de todos eles. Esse blog é um espaço para eu falar do meu amor por livros, filmes, séries, games, eventos e, ainda por cima, reúne meus desabafos da vida. Além de contar com a ajuda de pessoas maravilhosas que estão dispostas a fazer parte dessa loucura. 

Já tive muitas opiniões e visões diferentes do que é ser blogueira. A Dani de 12 anos de idade (eu ainda nem sonhava em ser Nina) ficou sabendo que era possível ter um blog quando fez parte do grêmio da escola e uma das colegas criou um blog para colocarmos as novidades por lá. Foi nos blogs que encontrei uma forma de registrar uma espécie de diário (acreditem, a maioria dos blogs era sobre isso em 2000 e pouquinho) sobre essa minha nova vida no Rio de Janeiro e como era difícil lidar com as paixonites. Depois veio Harry Potter e outros tantos blogs sobre paixões específicas. Nem sonhava com essa história toda de sorteios e parcerias e "divulgue aqui!". 


Não acho que existe uma maneira certa de criar conteúdo para blogs, tudo depende do seu propósito e se você está feliz com ele. Ainda tenho minhas dúvidas sobre "viver de blog". Não que eu viva, tá gente? Muito pelo contrário! Claro que se um dia chegar ao ponto de eu conseguir ganhar algo com isso seria ótimo. Mas por mais que eu ainda não ganhe nada, não sei se conseguiria me desvencilhar totalmente desse universo que eu criei. No final das contas é como uma válvula de escape tanto para compartilhar os momentos tristes como os felizes. Sem contar, que muitas vezes me vejo enfrentando pequenos desafios, como criar um canal e aprender a falar bem para a câmera (ainda em progresso...).

Apesar de eu vir de uma geração que nem imaginava em "viver de blog", eu sou a favor das pessoas almejarem e conquistarem isso. E, não que eu seja alguém na fila da blogosfera, mas acho que ter um blog, um canal ou um instagram tem muito daquilo "faça o que você ama". Claro que isso não é garantia de nada, existem muitos outros fatores que nos levam para outro post. O meu ponto é que você não vai conseguir continuar por muito tempo falando sobre algo que você não gosta ou falando sobre coisas só por falar.

Esse texto todo que já rodou por vários assuntos (haha) é para agradecer todos os leitores e pessoas que apoiam o PN. Aliás - lá vou meter outro assunto aqui -, eu também acreditava que não precisava de leitores ou comentários para querer compartilhar minhas loucuras, que o importante era eu por para fora todos aqueles sentimentos trancafiados dentro de mim. Mas ter vocês aqui fazendo parte disso tudo fez com que eu percebesse que não estou sozinha! E isso é mil vezes melhor do que simplesmente por para fora sem ninguém "ouvir". 


Por fim (juro que está acabando), eu gostaria de convidar você para fazer parte da Casa do PN. Esse é um grupo fechado no Facebook, mas você pode pedir para fazer parte dele e viver mais intensamente todas as loucuras do PN. 

Eu o criei com o objetivo de juntar os leitores, amigos e blogueiros que queiram interagir falando sobre filmes, séries, livros, compartilhando experiências. Também quero fazer alguns sorteios exclusivos para os membros do grupo, como uma forma de agradecer todo apoio que tenho recebido. E, se você tem blog/canal/instagram/wattpad/sweek, ainda teremos espaços destinados para divulgação do seu trabalho por lá! Espero realmente que vire um espaço de interação e não apenas mais um grupo aleatório. 

Enfim, esse é o meu presente para todos vocês, um espaço onde a gente poderá se conhecer melhor e compartilhar ainda mais nossas loucuras. 

Okay. Chega. Tudo isso é para dizer um: MUITO OBRIGADA! 

Comentários

  1. Ninaaaa!

    Cada dia mantendo um blog é uma grande vitória. Quatro anos nessa "loucura" é louvável e gratificante demais! Fico muito feliz em saber que amadureceu durante todo esse periodo e tenho certeza que muitas coisas boas virão ainda!

    Muito sucesso para você. Que venham mais 4, 8, 12, 16 e muitos mais! Sucesso.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Nina!!! Que feliz!!! Parabéns, viu? Sou uma leitora "recente", mas quando piso por aqui, já sei que vou amar o post. ♥ Desejos muitos posts, ideias, conquistas e por aí vai. O Psicose da Nina merece!!! E adorei a ideia do grupo!! :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  3. Nina eu só tenho a te desejar muito mais sucesso a cada dia!
    Seria clichê, mas é um clichê verdadeiro! Parabéns! Que nunca te falte animo para criar mais um post, que nenhuma virose te desanime de criar vídeos, que nenhuma tristeza te faça se afastar desse blog que é incrivelmente espetacular.
    Só quem tem um blog sabe literalmente o trabalho que ele dá! Então parabéns pelos 4 anos! <3
    bjos
    www.omundodatutty.com

    ResponderExcluir
  4. Nina!!!
    Muitos parabéns pelo aniversário do blog e por ser uma blogueira tão empenhada! Te admiro, muito de verdade. Você é uma inspiração para mim. Acho muito legal que nosso blogs tenham a mesma idade, ainda que você seja blogueira há mais tempo que eu, rs. E que esse seja só os primeiros quatro de muitos!
    Eu sou péssima com interação em grupos, mas achei a ideia ótima e tentarei participar!
    Sucesso sempre!

    ResponderExcluir
  5. Adoro saber como blogueirxs começaram nesse mundinho maravilhoso e tenso hahaha
    Com amor mesmo que a gente escreve e permanece, assim sem pedir nada em troca, só o resultado, por ser você mesmo.
    Que venham novas aventuras psicóticas por aí.
    Eu estarei acompanhando.

    xero grande

    ResponderExcluir

Postar um comentário