CCXP: Danai Gurira, muito além de Michonne

Danai Gurira interpreta a minha personagem favorita da série The Walking Dead. E confesso que a personagem que Michonne é a única razão para eu querer continuar assistir o desenrolar dessa história. O melhor de tudo é que ela estará aqui no Brasil em dezembro para CCXP - Comic Con Experience. Não é atoa que a nossa Comic Con já a maior de todas no mundo! Por isso, esse post será exclusivamente para enaltecer essa mulher maravilhosa - e você poder conhecer um pouquinho mais dela.



Para quem nunca assistiu TWD, Michonne é a melhor personagem da história. Ela aparece na segunda temporada SOZINHA - essa é uma parte muito importante! - dominando completamente dois zumbis e ainda os usando como técnica de camuflagem. Sem contar que a arma dela é a mais maneira de todas, uma Katana (tradicional espada japonesa). A personagem interpretada tão brilhantemente por Danai Gurira não é apenas uma super matadora de zumbis, Michonne tem um dos melhores backstory da série. E no desenrolar das temporadas é nítido ver como a personagem dela cresce dentro do enredo. Aliás: a 8ª temporada da série estreia dia 22 de outubro e terá transmissão simultânea pelo canal FOX aqui no Brasil


Fica mais fácil entender como Danai Gurira consegue interpretar uma personagem tão forte e corajosa, quando descobrimos mais sobre a atriz. Ela nasceu nos EUA, mas foi morar junto com sua família no Zimbabwe aos cinco anos.  Ela só voltou para EUA para fazer faculdade, onde se formou em psicologia e fez mestrado em Belas Artes como atriz. 

Além de ser Michonne, Danai Gurira tem sua carreira marcada pelo teatro. Ela escreveu algumas peças que expressam bastante da sua identidade cultural, não tendo medo de tratar de temáticas fortes como em In The Continuum, onde conta a história de duas mulheres com AIDS. Já em Familiar, a peça aborda a vida de uma moça que faz parte da primeira geração de sua família que nasceu nos Estado Unidos. Choques culturais acabam acontecendo quando os personagens não chegam em um consenso sobre realizar o casamento nos moldes tradicionais americanos ou do Zimbabwe. Em 2015, a peça Eclipsed foi a primeira peça da Broadway onde todo elenco e a equipe criava era formada por mulheres negras. Inclusive, a estrela dessa peça foi Lupita Nyong'o! Eclipses tem sua história ambientada na Libéria devastada pela guerra e conta a história de três mulheres que vivem como escravas sexuais de um comandante rebelde. 

Saycon Sengbloh, Zainab Jah, Liesl Tommy, Danai Gurira, Lupita Nyong'o, Pascale Armand and Akosua Busia (FONTE)

Em entrevista para Vougue em 2016, perguntada sobre sua peça Eclipsed, a atriz disse: 
"Trata-se de iluminar aquelas que muitas vezes ficam obscurecidas pela guerra. Nós sempre ouvimos sobre os homens que estão perpetuando a guerra, os que entraram e pararam a guerra. Mas nunca ouvimos sobre as mulheres que estão à mercê de uma guerra." 
Nessa mesma entrevista, Danai (já tô íntima) é questionada sobre como ela lidou com fato de dividir o seu tempo entre a peça e as gravações de TWD. Em reposta, ela disse que foi fácil, pois enxergava um paralelo entre esses dois mundos.
"Eu fiquei atraída por The Walking Dead porque achei que tinha a mesma premissa, que é: 'Quem você seria em um mundo destruído?'. Quando encontrei Michonne e fiz pesquisas sobre ela, eu disse: 'Oh! Ela é como a esposa número dois; ela é como Maima, porque ela escolheu se tornar uma arma de guerra para lidar com a guerra que a traumatiza'". 

Danai Gurira - além de Michonne, psicóloga, atriz e dramaturga - também é ativista em favor das mulheres e meninas trabalhando nas organizações The ONE Campaign e Bring Back Our Girls. 

Se ao chegar até o final desse post você ainda não consegue entender o quanto a vinda dessa mulher para o Brasil será incrível, sugiro que releia de novo até a ficha cair! 

Comentários