Crítica: O Espírito de Natal

Alerta de um dos meus filmes preferidos de Natal de todos os tempos! Eu descobri "O Espírito de Natal" (The Spirit of Christmas, no original) ano passado (2016) e só até o Natal daquele acho que eu assisti umas 3 ou 4 vezes. Primeiro eu vi sozinha e amei. Depois falei pros meus pais assistirem e vi com eles. Uns dias depois convenci meu namorado a ver comigo. E mais um tempo depois converti até minha sogra. Espero convencer você dessa vez.



O que acontece para eu gostar tanto desse filme? Nem eu sei. O enredo é previsível e temos aquelas típicas cenas de filme de Natal, que chegam a dar até um pouquinho de vergonha alheia, rs. Mas eu amo! Dos romances de Natal que eu assisti até agora, talvez esse seja verdadeiramente meu favorito de todos. Mas vamos lá, né? Vamos tentar justificar todo esse meu amor.

Primeiramente: um ship desses, mores!
Kate é uma advogada conceituadíssima e muito workaholic (aquele clássico clichê natalino que eu amo, talvez por também ser advogada). Seu escritório está com um caso de herança que envolve uma mansão no meio da neve, mas nenhum dos corretores enviados para avaliá-la conseguiu sair com uma resposta. Por quê? Ora, porque a casa é mal-assombrada. WHAT?

Acho que aqui vale comentar que eu morro de medo de espíritos e que não vejo nenhum filme de terror ou suspense que os envolva. Então, no início desse filme fiquei com um cadinho de receio de ficar com medo. Mas o lado racional da minha cabeça falava: Clara, um filme com uma capa dessa não pode ser suspense ou assustador. É romance. Toca o bonde. Melhor coisa que eu fiz.



A mansão é, de fato, assombrada. Por Daniel, um fantasma muito mal-humorado, que quer empurrar Kate para fora a todo custo. Daniel está sob o domínio de uma maldição, mas ele não entende muito bem como ela funciona. Só sabe que nos 12 dias que antecedem o Natal ele toma forma física e vive como se estivesse vivo, apesar de já ter morrido a mais de 95 anos. Ele enche o bucho de comida (o que você gostaria de comer se só ficasse 12 dias "vivo" por ano???), convive com os frequentadores da mansão que já o conhecem e conhecem sua história e aproveita seu tempo como humano, já certo de que não haverá salvação e forma de reverter sua maldição.

Kate, por outro lado, está desesperada para vender a casa e ganhar uma promoção no trabalho. Por isso, depois do surto inicial de estar sendo assombrada e vendo um fantasma, Kate resolve investigar o que aconteceu com Daniel, a fim de levá-lo a fazer a passagem e deixar a casa em paz e o caminho livre para sua promoção.

Acho que esse desdobrar dos fatos e essa "investigação" que Kate faz junto com Daniel sobre o passado dele é um dos diferenciais do filme, que faz ele ser tão legal, mesmo com todos os clichês natalinos. Os motivos por trás da morte de Daniel (que ele não lembra muito bem), os flashbacks para o passado, onde ele de fato estava vivo e as descobertas de que talvez a mansão seja assombrada por mais de um espírito me fizeram ficar ATENTA. Sem falar que o fato deles dois começarem se odiando já é um ótimo motivo para me agradar, hehehe. Eu adoro esse tipo de romance!

Ué, quem é a outra? :P Assista para saber!
Um filme que não pode faltar na sua lista de Natal, se você gosta de romance, conflito e segredos obscuros! <3


O Espírito de Natal
Ano: 2015
Duração: 1h31min
Elenco: Jen Lilley, Thomas Beaudoin, Kati Salowsky, Steven A. Miller, Alexander Gauthier, Christopher Tarjan, Robert Walsh
Sinopse: O Natal está chegando e a advogada Kate Jordan viaja para Vermont para cuidar da venda de uma pousada, onde se apaixona por um lindo, mas amaldiçoado, fantasma.



Comentários

  1. Eu ja assisti esse filme algumas vezes.. amo muito.. mas nao consigo entender o final..ele volta a viver? Se sim, comassim??? Kkkkj Ou é só no natal mesmo, como antes?

    ResponderExcluir
  2. Parece que ele volta a viver sim. Ele foi livre pra ir embora mas preferiu ficar pela Kate, então acho que ele ficou como ser vivo, já que passou da meia noite e ele não sumiu como sempre sumia.

    ResponderExcluir
  3. Aonde posso vê ?????além da Netflix e dublado

    ResponderExcluir

Postar um comentário