Crítica: Lady Bird | Oscar 2018

Só de assistir o trailer eu já sabia exatamente o que ia acontecer comigo ao assistir Lady Bird
Eu ia chorar.
Eu chorei.



Ambientada no começo dos anos 2000, Lady Bird ou Christine estuda em colégio católico em Sacramento. O seu grande sonho é ir estudar em uma faculdade o mais longe possível daquele lugar que parece não ser suficiente para ela. Como a maioria dos jovens, ela se sente incompreendida pela sua família e desacreditada na escola a seguir seus sonhos. Além de acompanharmos as descobertas e amadurecimento dela durante o filme, também presenciamos os conflitos de mãe e filha. 


Lady Bird me encantou não apenas por trazer todo um sentimento nostálgico, seja com a trilha sonora ou com as situações comuns a adolescência (que confesso que sinto saudade), mas por falar sobre o amor. Aliás, as múltiplas formas até no "se enganar". O filme foi feito tanto para você rir das situações, como para você chorar - se você se deixar envolver o suficiente. 

Fiquei muito feliz ao ver que Greta Gerwig, diretora do filme, está representando as mulheres na categoria de Melhor Direção no Oscar. Essa é uma categoria predominantemente ocupada por indicações masculinas e, pelo que eu saiba, só teve uma ganhadora mulher até hoje. Seria um orgulho se ela levasse essa estatueta para casa. 


Lady Bird também foi indicado em Melhor Atriz (Saoirse Ronan), Melhor Atriz Coadjuvante (Laurie Metcalf) e Melhor Roteiro Original. No Golden Globes, o filme ganhou nas indicações de Melhor Filme Comédia ou Musical e com Melhor Atriz. 

Lady Bird é uma das suas apostas para esse Oscar? Venha dividir com o PN suas escolhas através do Apostas Psicose Oscar 2018 e concorra a vale-presente de 30 reais da Livraria Cultura.


Comentários

  1. Tô torcendo muito para que a Greta ganhe o Oscar!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nina!
    Esse é um dos filmes que vou ver essa semana.
    Sempre assisto aos principais do Oscar, porque vejo a premiação todinha.
    Adoroooooooo!
    A Saiorsoise, gente, nunca sei escrever e nem falar o nome dela, haha, é ótima!

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário