Joi tira uma foto comigo? - "Minha Primeira Bienal" por Joice Cardoso

Olá pessoal do PN. Meu nome é Joice e hoje vim aqui compartilhar com vocês as experiências que tive na “Minha Primeira Bienal”. 



Bem, até hoje eu fui em duas Bienais, a de São Paulo e a do Rio de Janeiro. E apesar de eu ter experiências diferentes para compartilhar sobre as duas, hoje vou focar sobre tudo o que rolou na Bienal de 2016, a minha primeira. Primeiro que muita gente aqui de Porto Alegre resolveu ir junto. O grupo era de mais ou menos 10 pessoas e desde o aeroporto de Porto Alegre tudo já começou a ser muito divertido! 

Vocês podem perceber que tudo isso, somado a minha primeira viagem (e coloque aqui a primeira vez que enfrentei a minha pior fobia) de avião, resultou num turbilhão de emoções. Ansiedade, alegria, medo, empolgação... tudo junto e misturado! Mas deixando um pouco a viagem em si de lado e todo o perrengue que foi a função da hospedagem (mas isso é um assunto para outra hora), vamos a Bienal de fato. 


Entrar dentro da Bienal, um evento desta magnitude, foi uma emoção tamanha. Eu estava fascinada, entusiasmada, pois tudo era novidade. Entrar em cada estande, conhecer as pessoas responsáveis pelas editoras de perto, conhecer pessoalmente blogueiros, influenciadores que era/sou fã e amigos pela primeira vez foi sensacional, ao ponto de ser quase indescritível deu contar para vocês. Além disso, é claro, conhecer autores de perto, trocar algumas palavras com estas pessoas que fazem parte do meu dia a dia no mundo literário também foi muito prazeroso. 

Um fato curioso da Bienal foi que ela me aproximou muito mais dos leitores e das pessoas que seguem o meu blog. E perceber isso dentro da minha cabeça, foi uma loucura imensa. Imagina que louco, eu, uma garota qualquer, andando pela Bienal e do nada escutar: Joi tira uma foto comigo? – Estes pequenos momentos deram um gás na minha vida como influenciadora literária, por que finalmente, eu vi que sim, existem pessoas que me acompanham e que sabem quem eu sou. Talvez isso seja o mais gratificante de tudo isso, o reconhecimento pela tua dedicação no mundo literário.

Mas o ponto alto, com certeza, foi conhecer o time do Estante Diagonal! Foi a primeira vez que conheci pessoalmente a Raíssa (O Outro Lado da Raposa), a Izabel (Hear the Bells) e de quebra, conheci a Nina, que tempos depois viria a ser colunista do Estante. Mesmo contando os momentos juntas, foi incrível passar um tempinho com estas meninas, pessoas que são hoje tão importantes para mim e que eu tenho tamanha admiração, pois sim, eu as chamo hoje de amigas e pretendo manter esta relação por muitos anos. 💗


Para os novatos, resolvi colocar aqui algumas dicas sobre a Bienal, sobre o que esperar e no que investir lá dentro: 

1- Vá de tênis. Provavelmente você vai caminhar o dia todo, então esteja o mais confortável possível. 
2- Faça um cronograma. Ainda mais se você pretende participar de eventos e sessão de autógrafos. Lá dentro nós não vemos o tempo passar. 
3- Tire muitas fotos! Registre tudo, você vai amar olhar novamente estas fotos e já vai ficar contando os dias para a próxima Bienal. 
4- Leve marcadores se você é um influenciador! Está é a chance de você divulgar ainda mais teu trabalho. Tem lugar melhor para isso do que a própria Bienal? 
5- Garimpe bem seus livros. Além dos estandes maravilhosos das editoras, existem também muito sebos que vendem livros ótimos a preço de banana, então não tenha medo de pesquisar o quanto precisar! 

Acho que é isso gente, vou parando por aqui pois se deixarem, eu desando a digitar e não paro mais. Ainda mais quando começo a falar de pessoas tão importantes para mim e que abriram portas para que eu me encontrasse num mundo onde eu finalmente senti que fazia parte.



Joice Cardoso
Eu sou a Joi, com "i" mesmo. Tenho 20 poucos anos e nem por você nem por ninguém eu me desfaço dos meus planos...tá parei. Não vivo sem uma boa série e um bom filme, mas tudo isso acompanhado por muito café. Sou apaixonada por livros, por romances e finais felizes, mas sou viciada mesmo em internet. Gasto horas jogando WoW... já há alguns anos. A música me leva, sempre tiro algo bom de tudo e ainda quero viver muita coisa. Esta sou eu. Prazer! Sou criadora e autora do Estante Diagonal e tento administrar a bagunça como posso. Divirtam-se e sintam-se a vontade para ler e comentar o quanto quiserem. Espero muito que gostem e voltem outra vez! Me encontrem nas redes sociais abaixo. Eu às vezes apareço nos blogs Livros & Chocolate Quente e Resenhando Sonhos.

Comentários