LER - Salão Carioca do Livro divulga a sua programação

Talvez eu seja uma das pessoas mais entusiasmada com o novo evento do LER. Tudo isso porque eu tive uma ótima experiência no primeiro evento em 2016. O evento esse ano promete a participação de mais de 100 criadores, artistas e pensadores que estarão durante os quatro dias em conversas, oficinas e apresentações. O evento será realizado na Biblioteca Parque Estadual (do lado Campo do Santana e estação de metro central) entre os dias 17 e 20 de maio

Raphael Montes estará no LER na sexta (18/05) compondo o debate sobre Crime Verdade e Ficção junto com a escritora e criminóloga Ilana Casoy.

O que eu mais gostei do LER é essa proposta em oferecer um evento de qualidade, diversificado e, principalmente, gratuito. A curadoria tem a preocupação em trazer escritores, editoras e livrarias que representam um pouco de todas as vozes, além de proporcionar um ambiente que atende a todos os públicos oferecendo desde exposições e rodas de bate-papo até oficinas de escritas. E, principalmente, não deixando de fora outras formas de cultura além da literatura, também trazendo a tecnologia, a música, o teatro e o cinema para compor esse evento.

Você pode conferir a programação tanto na fanpage do evento, como no site. Mas fique atento, algumas atividades oferecem vagas limitadas!


Geovani Martins tem encontro marcado do Arthur Dapieve no Café com Livro no sábado.

Entre os nomes já confirmados, a LER anuncia a participação de Geovani Martins no espaço Café do Livro junto com Arthur Dapieve, sábado (19/05), às 14h30. Geovani Martins é morador de favela e  ficou conhecido após o lançamento do "O Sol na Cabeça" sendo apontado como um exemplo do novo realismo brasileiro. O livro tem 13 contos que narram as dificuldades e angústias de jovens que para além dos problemas envolvendo essa fase da  vida, precisam lidar com a violência a sua volta no século XXI. Essa antologia já foi negociada para ser publicada por diversas grandes editoras no mundo e terá uma adaptação cinematográfica. Junto com Arthur Dapieve, nessa sessão do Café do Livro, os dois contistas de origens diferentes debaterão sobre as histórias que passam nas cidades.  

Karla Carvalho (a direita) junto com Lully Trigo e Thalita Rebouças (da esquerda para direita) que estarão quinta-feira no Café do Livro.

Thalita Rebouças e Luiza Trigo também irão compor uma sessão no Café do Livro onde o tema será "Das páginas para telas", quinta-feira (17/05), às 17h30. As duas autoras são cariocas e escrevem para o mesmo público. Ambas já tiveram algumas das suas criações adaptas para o cinema, teatro e outras mídias. Entre os títulos da Thalita adaptados estão "Fala sério, mãe!", "Ela disse, ele disse" e "Uma fada veio me visitar". E o da Lully temos o "Meus 15 anos", que inclusive, está disponível na Netflix, para quem quiser ver antes do bate-papo das autoras. 

No site é possível ver a lista completa dos nomes confirmados. Essas duas sessões que eu destaquei foi só para dar um gostinho de tudo que você pode encontrar nesses quatro dias de evento. 

Comentários