Resenha: Um vento à porta

Essa com certeza é uma das resenhas mais difíceis que já escrevi! Sabe aquela história que você de alguma forma consegue entender tudo, mas não sabe explicar o que entendeu? Os livros de Madeleine L'engle estão longe de darem toda a história de mão beijada para o leitor. A autora nos provoca a pensar para além das palavras que estão escritas no papel e, acredite, isso é mágico. Um vento à porta é a continuação da série que começa com o livro Uma Dobra no Tempo, que já foi resenhado aqui no PN.


Após a aventura que levaram a família Murry e Calvin para outros mundos, o problema atual deles é tentar ajudar Charles Wallace a se adaptar ao colégio. Meg, a irmã mais velha e super-protetora, se vê responsável em tentar resolver essa situação e busca a ajuda do diretor Mr. Jenkins para que possa resolver a situação do irmãozinho, que está sofrendo bullying. Mas antes que algo pudesse ser feito, Charles Wallace fica gravemente doente. E não só ele, o mundo também! Para ajudar nessa nova missão, Meg e Calvin contam mais uma vez com ajuda de seres mágicos, entre eles um querubim, Proginoskes. Juntos eles viajam para dentro do corpo de Chalers Wallace para combater os Ectrols (preciso confirmar se escrevi certo) e salvar não apenas o menino, mas o mundo inteiro.

Isso é algo que tenho gostado muito nas histórias da Madeleine L'Engle. O fato dela tornar algo que poderia ser considerado um problema individual como um problema que afeta o mundo inteiro. E nesse livro, em comparação com o outro, somos levados a desconstruir tantas coisas que nem sei por onde começar. Uma delas é exatamente essa questão do macro dentro do micro, de como todos nós somos um universo dentro de um universo que está dentro de um universo (e assim por diante). Dentro dessa é ideia que ela trabalha no livro não está apenas a questão de sermos "pequenos" diante disso tudo. Pelo contrário, ela traz mais a ideia de integralidade entre esses universos, de como os males que são cometidos a um podem prejudicar todos os outros. E nesse caso, a história mostra que a doença de Charles Wallace é tão importante quanto o destino do universo, pois cada parte é importante.


Outro ponto que gostei bastante, mas não sei se terei capacidade de explicar (talvez lendo o livro mais algumas vezes), são as ideias que ela trabalha de "Nomear" e "Desvelar". Esses são conceitos trabalhados durante toda a história e que eu senti tanta dificuldade quanto Meg para entender. Na realidade, Meg acaba entendendo e eu ainda preciso de mais algumas aulas. Pesquisando um pouco na internet, esses conceitos são de bases religiosas e filosóficas. 

Se no primeiro livro a física me pareceu bastante trabalhada e questionada durante a história com as ideias de tempo e espaço. O espaço também aparece nesse segundo livro, mas a biologia aparece com mais destaque. Nessa viagem para dentro do corpo de Charles Wallace, eles vão parar dentro uma célula do menino para salvar suas mitocôndrias e (algumas entidades fictícias chamadas) farândolas. Para quem não conhece as obras da Madeleine L'Engle, a autora gostava de misturar ciência, ficção e magia. E o mais legal é que apesar de trazer todos esses elementos, a fator primordial na resolução dos problemas - que foi no primeiro livro e esse repete nesse - é o amor

Eu sempre levo muito tempo para ler os livros da Madeleine, mas do que normalmente - lerda-sou. Mas pela densidade da obra, eu recomendo que se você quiser se aventurar com Calvin, Meg e Charles Wallace de verdade, você precisa estar disposto a questionar e ser questionado tanto quanto eles durante a história. E para fechar essa resenha, eu duvido você não se emocionar com o significado do título desse livro, mas para isso, você precisa ler até o final.

Dica para leitores do PN

Quer desconto na hora de comprar seus livros? Então, você precisa conhecer o site  Cupomvalido.com.br. Lá você encontra várias cupons e dicas de promoções de uma infinidade de lojas online, entre elas nossa queridinha Amazon! Vale a pena ficar de olho nas redes sociais para ficar ficar por dentro de todas as promoções. Acesse os links para ter mais informações. Quem sabe assim você não aproveita para começar a sua coleção do Uma Dobra no Tempo?


Mais sobre o livro

Título original: A Windo in the Door
Autora: Madeleine L'Engle
Ano: 2018 (1973)
Editora: Harpercollins Brasil
Páginas: 224


Comentários