Os encontros são sempre marcantes – “Minha Primeira Bienal” por Maria Ferreira

Oi, gente. Meu nome é Maria e hoje vou falar sobre “Minha Primeira Bienal”. 

Fiz as contas e tenho quase certeza que minha primeira Bienal foi em 2008, quando eu estava na sexta série do ensino fundamental. Era um passeio da escola e não fazia a mínima ideia do que era uma Bienal, mas quando cheguei lá e as professoras nos deixaram livres para andarmos pelo espaço eu pensei mesmo que ia me perder e nunca mais iria voltar para casa, porque era enorme. Então eu só me limitava a dar pequenos passeios próximos do local de onde tínhamos combinado para ser o ponto de encontro e sempre voltava para lá. Me lembro de ter ficado muito impressionada com a quantidade de livros que tinha ali, em qualquer direção que eu olhasse.

Mas a Bienal que considero como a minha primeira mesmo foi a de 2016, de São Paulo. Porque eu já era blogueira, já sabia o que é o evento e o que esperar dele.




Esse evento foi muito especial porque conheci pessoalmente diversas pessoas que já acompanhava, como a Nina, a Raíssa, a Bel, as escritoras Aimee Oliveira, Clara Savelli e Larissa Siriani, dentre outros autores.

Acredito que a Bienal é um evento que vai muito além do que comprar livros. Claro que o principal foco é a venda de livros, mas nem sempre o valor compensa. Então algo que fiz antes foi olhar a programação e ver se teria algo do meu interesse e tinha muita coisa do meu interesse. Anotei dias e horários e desse modo consegui assistir muitas palestras, ouvir diversos autores e viver uma experiência de Bienal mais completa com o combo palestras, compras e companhia de pessoas queridas.

Em 2017 fui em minha primeira Bienal no Rio de Janeiro e foi incrível demais viajar só para estar presente no evento, como sei que muitas pessoas fazem quando vêm para SP. Foi muito bom ter ficado hospedada em um apartamento bem próximo do evento e com outras autoras. Além disso, conheci novas pessoas, leitoras do blog e diversos autores, dos quais destaco a Conceição Evaristo, uma escritora que admiro muito. Voltei do Rio com o coração quentinho e mala cheia de livros.
Espero que na Bienal desse ano eu possa conhecer mais autoras, pegar autógrafos, rever as amigas e conhecer mais pessoas. Já dei uma olhada na programação e vi que vou ter dificuldade para escolher do que participar porque está recheada de mesas bacanas.

Maria Ferreira
Maria Ferreira é uma baiana que mora em São Paulo. Tem um blog chamado Impressões de Maria, no qual procura dar destaque para a literatura produzida por pessoas negras. Cursa Letras-Espanhol e gosta muito de frequentar eventos literários. Atualmente está escrevendo um romance.

Comentários

  1. Que sonhoooooo!!! Queria muito ir na bienal, pera que eu moro tão longe... algum dia nos encontramos por lá

    Beijossss

    http://www.opsquerida.com.br/
    https://www.instagram.com/siteopsquerida/
    https://twitter.com/siteopsquerida

    ResponderExcluir

Postar um comentário